Mulher dá à luz bebé de 6 quilos e 57 centímetros de parto normal

Brian Liddle Junior nasceu com 6 quilos e 57 centímetros.

Uma mulher deu à luz um bebé de 6 quilos e 57 centímetros de parto normal. A australiana Natashia Corrigan tinha o sonho de ter um bebé gordinho e o quarto filho nasceu com esses impressionantes 6 quilos e 57 centímetros.

Bebé de 6 quilos nasceu saudável e neste momento só precisa de roupas maiores

Mas o mais incrível é que o nascimento se deu de parto normal. «Esta foi a primeira gravidez que tive a experiência de um parto normal, assim como a gestação mais longa, conseguindo o menino gordinho que sempre quis», afirmou Natashia Corrigan.

LEIA MAIS: Morreu a mulher que se recusou a fazer quimioterapia para salvar a filha

Natashia conta ainda que o seu bebé, Brian, às 36 semanas de gestação já era maior que a irmã mais nova ao nascer. O bebé de 6 quilos nasceu saudável e neste momento só precisa de… roupas maiores.

TAMBÉM LHE PODE INTERESSAR
«E Agora?», a reportagem em vídeo de 5 episódios que relança todas as dúvidas sobre o Processo Casa Pia

Por que dá o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem razão a Carlos Cruz em parte das suas queixas? Por que resistem tantas dúvidas sobre o processo Casa Pia passados tantos anos?

«Pai, és inocente de tudo quanto te acusam?» [Marta Cruz, filha de Carlos Cruz]
Na grande reportagem Casa Pia – E Agora? fazem-se todas as perguntas. Até hoje, sexta-feira, nas várias partes que ficarão online sempre às 21h00, será possível a cada um ter a sua resposta. E formular a sua verdade.

Acusado de abuso sexual a um aluno da Casa Pia na noite de Carnaval, Herman José foi intimado a comparecer em tribunal como arguido em maio de 2003.

Porém, Herman conseguiu provar que não se encontrava no País. Estava no Brasil em gravações para um programa de televisão. Mas, na verdade, nem mesmo o facto de o humorista se encontrar fora de Portugal pareceu convencer a Acusação.

«Em termos judiciais a data é o que menos importa», Sara Pina, assessora do PGR

Ao telefone com Sara Pina, assessora do Procurador Geral da República, um jornalista acaba por questionar, de forma quase sugestiva, que se a data de 8 de fevereiro ilibava Herman, por que não chamar-se de novo a criança que acusara Herman para que ela alterasse a data.

Este é o ponto de partida da quarta parte da Grande Reportagem Casa Pia – E agora?, que pode continuar a ver AQUI.

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS