Massacre no Brasil | Atiradores planearam ataque durante 1 ano

O tiroteio na escola na localidade de Suzano, no Brasil, foi planeado durante mais de 1 ano. Investigações preliminares das autoridades apontam para crime premeditado.

Massacre no Brasil | Atiradores planearam ataque durante 1 ano

Massacre no Brasil | Atiradores planearam ataque durante 1 ano

O tiroteio na escola na localidade de Suzano, no Brasil, foi planeado durante mais de 1 ano. Investigações preliminares das autoridades apontam para crime premeditado.

O tiroteio na escola na localidade de Suzano, no Brasil, foi planeado durante mais de 1 ano. De acordo com a publicação brasileira Metrópoles, as investigações já levadas a cabo pela Polícia Civil apontam para que os 2 atiradores tivessem planeado o ataque durante mais de 1 ano. A ideia seria matar 13 pessoas, número de vítimas do ataque em Columbine, ocorrido há 20 anos, nos Estados Unidos. No entanto, as autoridades ainda não sabem o que levou os dois rapazes, a cometerem o massacre.

Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25, entraram na escola Raul Brasil, na manhã da passada quarta-feira, e começaram a disparar contra funcionários e alunos, matando 8 pessoas e fazendo dezenas de feridos.

Cadernos dos atiradores tinham táticas anotadas

A Polícia Civil encontrou nos pertences dos dois atiradores cadernos com táticas anotadas e uma arma desenhada. Guilherme Monteiro e Luiz de Castro acederam a um site – Dogolochan – criado pelo hacker Marcelo Valle Silveira Mello, detido em 2012 por ser acusado de planar um atentado contra estudantes na Universidade de Brasília, onde recolheram dicas para perpetrarem o massacre. De acordo com as autoridades, as visitas ao site eram constantes.

LEIA MAIS

Extradição confirmada: Hacker Rui Pinto vai voltar para Portugal

Previsão do tempo para sexta-feira

Impala Instagram


RELACIONADOS