Polícia norte-americana arrasta paraplégico pelos cabelos à frente do filho de 3 anos

A polícia norte-americana arrastou um paraplégico pelos cabelos para retirá-lo do carro, onde estava o filho, um bebé de três anos.

Polícia norte-americana arrasta paraplégico pelos cabelos à frente do filho de 3 anos

Polícia norte-americana arrasta paraplégico pelos cabelos à frente do filho de 3 anos

A polícia norte-americana arrastou um paraplégico pelos cabelos para retirá-lo do carro, onde estava o filho, um bebé de três anos.

“Tiraram-me do carro como se fosse lixo”, queixa-se a vítima de “procedimento desnecessariamente brutal, considera o advogado de Clifford Owensby, paraplégico intercetado pela polícia por alegado “por alegado tráfico de droga”. “Não posso sair do carro. Sou paraplégico”, respondeu o norte-americano de 39 anos em 30 de setembro. Com o filho de três anos no banco da retaguarda e, apesar da justificação, os agentes insistiram para que saísse da viatura ou era arrancado à força. “Sais, ou arrancamos-te daí.”

LEIA DEPOIS
Homem que provocou a morte de jovem no Porto fica em prisão preventiva

Autoridades ignoraram explicação do homem paraplégico e arrastaram-no pelos cabelos

Owensby insistiu – Não posso, sou paraplégico –, mas as autoridades ignoraram-no e recorreram à força, cumprindo a ameaça, e arrastaram-no pelos cabelos e pelos braços. “Alguém me ajude. Chamem a verdadeira polícia”, suplicou o homem enquanto era algemado. O episódio, divulgado nos nas redes sociais, foi captado pelas bodycams dos polícias e está a gerar uma onda de protestos nos Estados Unidos. Clifford Owensby acusa os agentes de Dayton, no Ohio, de “detenção, busca e apreensão ilegal”, bem como de não lhe terem sido dados a conhecer os seus direitos durante a detenção, noticia a CNN.

LEIA AGORA
Agente da polícia assassinado no primeiro dia de trabalho

Impala Instagram


RELACIONADOS