Motorista da Uber pai de 3 filhos morto à pedrada em Aparecida, no Brasil

Motorista da Uber pai de 3 filhos morto à pedrada em Aparecida, no Brasil

De acordo com informação da Polícia, os criminosos também teriam passado com o veículo por cima da cabeça do motorista da Uber morto à pedrada.

Um motorista da Uber que estava desaparecido desde a madrugada de sexta-feira, 5 de outubro, foi encontrado morto na manhã deste sábado, dia 6, em Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da Capital. Peritos no local onde o corpo foi encontrado constataram que ele assassinado «à pedrada». outro pormenor avançado foi o que de «parte da cabeça foi esmagada provavelmente pela roda de algum veículo».

LEIA MAIS: Incêndios: 18 feridos no incêndio em Sintra [atualização]

Segundo informações preliminares da Polícia Militar, Kléber Siqueira Chaves, de 41 anos, «desapareceu depois de sair para trabalhar na noite de sexta-feira». A viatura «tinha marcas de sangue na lateral interna da porta» e «um buraco». este pormenor dever-se-á a «um projétil de arma de fogo». O carro foi «encontrado abandonado com os pneus furados» ao início da manhã, em Goiânia.

Motorista da Uber foi localizado no Jardim dos Ipês, em Aparecida

Poucas horas depois de o veículo ter sido encontrado, o corpo de Kléber foi localizado no Jardim dos Ipês, em Aparecida de Goiânia. A vítima «estava de bruços e tinha, a seu lado, uma pedra grande com manchas de sangue».

LEIA MAIS: Raí Santos encontrado enforcado ao lado dos corpos dos filhos que matou

A Polícia não informou se os assassinos assaltaram o motorista da Uber. Amigos da vítima revelam que «Kléber era casado, pai de três filhos, e tinha o registo criminal limpo», uma das condições, aliás, para poder ser-se motorista ao serviço da Uber.

LEIA MAIS: Letizia apanhada a coçar as partes íntimas em público [vídeo]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Motorista da Uber pai de 3 filhos morto à pedrada em Aparecida, no Brasil

De acordo com informação da Polícia, os criminosos também teriam passado com o veículo por cima da cabeça do motorista da Uber morto à pedrada.