Mãe encontra o filho 30 anos depois de ele ter sido raptado

O único e verdadeiro sonho de Ana foi realizado após 30 de espera. Sonhava encontrar o filho, Jonathan, raptado quando tinha apenas três anos.

Mãe encontra o filho 30 anos depois de ele ter sido raptado

O único e verdadeiro sonho de Ana foi realizado após 30 de espera. Sonhava encontrar o filho, Jonathan, raptado quando tinha apenas três anos.

Foi o esforço de outro filho, Juan, que trouxe Jonathan para casa. O irmão, que na altura do rapto tinha apenas cinco anos, viu tudo. Conta que nunca esqueceu aquele dia e que decidiu que precisava fazer alguma coisa. Jonathan foi levado da Colômbia e encontrado na Noruega, 30 anos depois. O encontro da família foi emocionante. Garantem que, agora, não precisam de mais nada.

Em setembro de 1987, Jonathan brincava com o irmão Alfonso quando um conhecido da família, Camilo Gómez, se aproximou e o chamou para oferecer-lhe doces. Juan estava na parte superior da casa e viu tudo. Não contou logo à mãe porque Camilo era amigo da família e, por isso, nada naquele acontecimento lhe pareceu estranho ou perigoso.

“Eu tinha cinco anos quando o levaram. Essa imagem ficou comigo. Quis sempre fazer alguma coisa, mas só nos últimos 10 anos comecei verdadeiramente a busca”, conta Juan Quando tudo aconteceu, ele andava pelo bairro onde viviam, em Bogotá, a perguntar pelo irmão, mas as buscas nunca tiveram sucesso.

Juan encontrou o irmão e ‘devolveu-o’ à mãe

Em 1994, Camilo reapareceu e confessou ter entregado Jonathan a uma família muito rica dos Estados Unidos. Juan guardou a informação e, em 2007, resolveu começar a jornada em busca do irmão, mas viajou para o país sem qualquer pista, mas com muita esperança.

Em 2018, introduziu o DNA no site My Heritage e, um ano depois, recebeu um e-mail de um rapaz, John, de 34 anos, que vivia na Noruega e que tinha sido adotado num orfanato na Colômbia, com quatro anos de idade. Os dados coincidiam. Dos Estados Unidos, Juan foi para a Noruega. E o homem que entrou em contato com ele realmente o irmão desaparecido.

Juan e Jonathan regressaram à Colômbia para reencontrar Ana. A mãe ficou completamente emocionada ao abraçar o filho novamente. Jonathan disse que a vida dele mudou depois de conhecer a mãe biológica e que se sente realmente feliz por ter tido a sorte de conseguir este encontro, 30 anos depois.

LEIA AGORA
Casal encontra o amor aos 94 anos durante pandemia
Casal encontra o amor aos 94 anos durante pandemia
No pior ano para namorar, o da pandemia de covid-19, um casal de idosos encontrou a felicidade. Aos 95 anos de idade, pretendem casar-se. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS