Enfermeira acusada de matar 60 bebés libertada por bom comportamento

Uma antiga enfermeira foi acusada de matar 60 bebés. A justificação da antiga profissional de Saúde é escandalosa: pretendia «enriquecer o ego».

Enfermeira acusada de matar 60 bebés libertada por bom comportamento

Enfermeira acusada de matar 60 bebés libertada por bom comportamento

Uma antiga enfermeira foi acusada de matar 60 bebés. A justificação da antiga profissional de Saúde é escandalosa: pretendia «enriquecer o ego».

Uma enfermeira acusada de matar 60 bebés para apresenta como justificação para os crimes a vontade incontrolável de «enriquecer o ego».

LEIA MAIS: Apoiante de Bruno de Carvalho suicida-se com tiro na cabeça

Genene Jones, a enfermeira acusada de tirar a vida a 60 inocentes e considerada o Anjo da Morte, foi acusada da morte de um bebé de 11 meses, em 1981. Mas o seu histórico de terror é enorme, sendo neste momento suspeita de matar 60 bebés desde o início da sua carreira.

Enfermeira acusada e condenada poderá ser libertada em breve

Depois de várias acusações e condenações no passado, uma pena de prisão de 60 anos e outra de 99, Genene poderá vir a ser libertada por bom comportamento já em março do próximo ano, usufruindo de uma lei existente na altura em que foi presa.

LEIA MAIS: Cristina de Espanha visita marido na prisão em segredo

Em tribunal, o procurador Nick Rothe afirmou que «o seu ego precisava que houvesse crianças criticamente doentes que justificassem a necessidade de uma unidade de pediatria de cuidados intensivos, com ela no comando».

TAMBÉM LHE PODE INTERESSAR
CASA PIA – «E Agora?» [a reportagem que está a relançar todas as dúvidas sobre o Processo]

Por que dá o Tribunal Europeu dos Direitos do Homem razão a Carlos Cruz em parte das suas queixas? Por que resistem tantas dúvidas sobre o processo Casa Pia passados tantos anos?

«Pai, és inocente de tudo quanto te acusam?» [Marta Cruz, filha de Carlos Cruz]
Na grande reportagem Casa Pia – E Agora? fazem-se todas as perguntas. Ao longo da semana, nas várias partes que ficarão online às 21h00, será possível a cada um ter a sua resposta. E formular a sua verdade.

Em tribunal, já em julgamento, várias testemunhas que acusaram os arguidos vêm dizer que foram «pagos para acusá-los» no inquérito. Inquérito este aberto após a notícia do Expresso e a acusação de Teresa Costa Macedo na televisão.

Vários ‘arrependidos’ não só desmentem os depoimentos iniciais e afirmam terem sido pagos para mentirem, acusando Carlos Cruz, como chegam a testemunhar que receberam ameaças de morte se não o fizessem. «Disseram-me que sairia deste país com os pés para a frente

Assista AQUI à primeira parte desta reportagem WIN, colocada online há poucas horas e que conta já com milhares de visualizações.

Impala Instagram


RELACIONADOS