António Soares da Silva assassinado à paulada por menina de 13 anos

Vítima tinha 52 anos. Polícia tem duas versões para crime: legítima defesa, após assédio sexual, ou tentativa de roubo cometido pela menina.

António Soares da Silva assassinado à paulada por menina de 13 anos

António Soares da Silva assassinado à paulada por menina de 13 anos

Vítima tinha 52 anos. Polícia tem duas versões para crime: legítima defesa, após assédio sexual, ou tentativa de roubo cometido pela menina.

As autoridades brasileira estão a investigar um crime alegadamente cometido por uma menina de 13 anos que terá matado um mecânico à paulada e à pedrada. A adolescente já confessou a autoria do homicídio. Alegou, entretanto, tê-lo feito em legítima defesa para se defender de António Soares da Silva, de 52 anos. Segundo fonte policial, há duas linhas de investigação para o crime. Numa delas, a adolescente aparece como vítima de tentativa de violação. Segundo esta versão, a vítima teria oferecido uma boleia até à zona Núcleo Bandeirante. No entanto, dentro do carro, «exigiu favores sexuais em troca».

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para segunda-feira, 3 de fevereiro

Testemunha da menina de 13 anos diz ter tentado impedir as agressões

A segunda hipótese é a de que a adolescente, com ajuda de terceiros, teria tentado roubar um carro da oficina do mecânico. Ao ser apanhada, terá reagido com violência e matou António. Uma irmã da suspeita diz ter testemunhado as agressões e que tentou impedi-las, mas não terá conseguido. A menina de 13 anos disse ainda à Polícia que a irmã é toxicodependente.

LEIA MAIS
Família real britânica é a que mais dinheiro dos contribuintes gasta

Impala Instagram


RELACIONADOS