Eurovisão 2018 «vai ser o festival mais económico da última década»

RTP compromete-se a fazer o Festival Eurovisão da Canção mais barato dos últimos 10 anos.

Eurovisão 2018 «vai ser o festival mais económico da última década»

RTP compromete-se a fazer o Festival Eurovisão da Canção mais barato dos últimos 10 anos.

A seis meses de Portugal ser palco do maior evento musical do mundo, já são conhecidos mais pormenores sobre o certame que vai decorrer entre 8 e 12 de maio de 2018, em Lisboa.

Gonçalo Reis, presidente do Conselho de Administração da RTP, garantiu esta terça-feira, 7 de novembro, que a estação pública de televisão, juntamente com os seus parceiros, não vai gastar mais do que os festivais da última década.

«Economicamente, vai estar abaixo, não da média, mas do mais económico de todos. Nos últimos dez aos têm variado entre custos para o operador [estação de televisão que organiza o evento] e para a cidade, entre 23 a 36 milhões de euros. Nós vamos fazer abaixo do mais baixo de todos».

O responsável máximo da RTP não divulgou os valores que serão investidos pela estação pública mas uma coisa é certa: Portugal não irá gastar os exorbitantes 36,8 milhões de euros investidos em 2012 em Baku, Azerbaijão.

 Os custos serão partilhados por várias entidades, não sendo exclusivos da RTP. «Nós temos uma parceria com a câmara municipal e com o turismo de Lisboa, estamos a trabalhar também com o Turismo de Portugal. O que posso prometer é que vai ser a Eurovisão mais económica dos últimos anos»

 O orçamento do Festival Eurovisão da Canção terá de ser apresentado até ao final do ano. «Vai ser o festival mais económico de todos mais vai ser um evento de grande nível, sofisticado, vai projetar os valores de uma grande produção, televisiva e para a cidade. Estamos crentes que vai ser uma das Eurovisões mais criativas e mais interessantes».

 63º Festival Eurovisão da Canção: «todos a bordo» numa homenagem aos oceanos

 Em maio de 2018 celebra-se o 20º aniversário da inauguração da Expo 98. Não é, assim, coincidência que o mote do 63º Festival Eurovisão da Canção «all aboard» [todos a bordo] seja uma homenagem aos oceanos, ao papel dos mares no passado e presente de Portugal no mundo.

«Quisemos fazer uma narrativa à volta de um país aberto, inclusivo, tolerante, um país que convive bem com uma realidade multicultural», explica Gonçalo Reis.

Veja o vídeo de apresentação do Festival Eurovisão da Canção 2018!

Texto: Raquel Costa 

 

Notícias em destaque

Alexandra Lencastre confessa por que acabou com os dois casamentos
animal, tubarão-cobra,
Animal «pré-histórico» encontrado na costa algarvia
Manuela Moura Guedes surpreende ao regressar à televisão em canal adversário da TVI
Manuela Moura Guedes surpreende ao regressar à televisão em canal adversário da TVI
8 dicas para evitar traições (e o sexo não é uma)
A primeira foto da bebé de Bernardina Brito

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS