Exportações de vinhos do Alentejo sobem 22% em valor e 11% em quantidade até setembro

Exportações de vinhos do Alentejo sobem 22% em valor e 11% em quantidade até setembro

As exportações de vinhos do Alentejo aumentaram 21,8% em valor e 11,2% em quantidade nos primeiros nove meses deste ano, em comparação com igual período de 2016, revelou hoje a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).

As exportações de vinhos do Alentejo aumentaram 21,8% em valor e 11,2% em quantidade nos primeiros nove meses deste ano, em comparação com igual período de 2016, revelou hoje a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).

Em termos de valor, segundo a CVRA, o maior aumento percentual aconteceu no 1.º trimestre, com mais 30,5%, passando para 30% no 2.º trimestre, e para 7,4% no terceiro trimestre, face aos mesmos períodos do ano transato.

Já no que respeita ao volume (ou quantidade), o aumento global de 11,8%, nos primeiros nove meses de 2017, foi alcançado graças às subidas de 19,9% e de 20,7%, nos 1.º e 2.º trimestres, respetivamente, e apesar de um decréscimo de 4,9% no 3.º trimestre.

O preço médio por litro dos vinhos do Alentejo nos mercados externos, realçou também a CVRA, cresceu quase 10%, com os importadores internacionais a pagarem, “em média, acima de três euros por garrafa de DOC Alentejano e 2,14 euros pelo Regional Alentejano”.

“Os crescimentos alcançados até setembro demonstram que a qualidade dos vinhos do Alentejo é reconhecida nos mercados internacionais, com importadores e consumidores dispostos a pagar mais por cada garrafa”, argumentou o presidente da CVRA, Francisco Mateus.

O mesmo responsável acrescentou que “os 10 principais mercados estão todos a subir no preço médio”.

Perante estes dados, 2017 pode vir a “ser o melhor ano na exportação” para os vinhos da região alentejana, frisou a CVRA.

“Com este crescimento, o ano de 2017 está cada vez mais perto de ser o melhor ano na exportação”, até porque “o valor atingido até setembro corresponde a 80% do total do ano passado”, indicou Francisco Mateus.

Brasil, Angola, Estados Unidos da América, Suíça e França constituem o ‘top 5’ do “ranking” dos países importadores dos vinhos alentejanos, representando 57% do valor e 55% da quantidade vendida para os mercados externos.

“Os mercados fora da Europa comunitária são os principais compradores e também aqueles que melhor pagam” por cada garrafa de vinho exportada pelas adegas alentejanas, destacou a comissão vitivinícola.

No global, os vinhos DOC Alentejo e Regional Alentejano chegam a 112 mercados internacionais, tendo a quantidade exportada duplicado nos últimos 10 anos. Criada em 1989, a CVRA é um organismo de direito privado e utilidade pública que certifica, controla e protege os vinhos DOC Alentejo e os vinhos Regional Alentejano.

A comissão é também responsável pela promoção dos vinhos do Alentejo, no mercado nacional e em mercados-alvo internacionais.

Com oito sub-regiões vitivinícolas (Portalegre, Borba, Redondo, Reguengos de Monsaraz, Vidigueira, Moura, Évora e Granja/Amareleja), o Alentejo possui cerca de 22 mil hectares de vinha e um total de 263 produtores e 97 comerciantes.

Leia outras notícias em destaque

«A Alana Martina acaba de nascer», anuncia Cristiano Ronaldo
«A Alana Martina acaba de nascer», anuncia Cristiano Ronaldo

Bebé de 10 meses pesa 30 quilos

Bebé de 10 meses pesa 30 quilos

 

Homem com doença rara encontra o amor

Bebé resgatada no lixo está irreconhecível
Bebé resgatada no lixo está irreconhecível
Michael Bublé partilha fotos do filho após luta contra o cancro
Michael Bublé partilha fotos do filho após luta contra o cancro
Mãe e filha vivem com homem que as queimou com ácido
Mãe e filha vivem com homem que as queimou com ácido


RELACIONADOS

Exportações de vinhos do Alentejo sobem 22% em valor e 11% em quantidade até setembro

As exportações de vinhos do Alentejo aumentaram 21,8% em valor e 11,2% em quantidade nos primeiros nove meses deste ano, em comparação com igual período de 2016, revelou hoje a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA).