ÚLTIMA HORA: Chuva forte faz pelo menos três mortos no Rio de Janeiro [vídeo]

Pelo menos três pessoas morram no Rio de Janeiro, na sequência de um forte temporal que ocorreu durante a noite desta segunda-feira

ÚLTIMA HORA: Chuva forte faz pelo menos três mortos no Rio de Janeiro [vídeo]

Pelo menos três pessoas morram no Rio de Janeiro, na sequência de um forte temporal que ocorreu durante a noite desta segunda-feira

A cidade brasileira Rio de Janeiro está em alerta devido a um temporal que correu durante a noite desta segunda-feira, dia 8 de abril. De acordo com a Folha de São Paulo, os deslizamentos e inundações provocadas pela forte chuva vitimaram pelo menos três pessoas.

VEJA a previsão do tempo para hoje AQUI. 

Por volta das 22h00, os bombeiros foram chamados a Gávea, na zona sul da cidade, para resgatar um homem que se encontrava preso de baixo de um carro. Contudo, a vítima acabou por morrer no local. Devido a um deslizamento de terras, duas mulheres também perderam a vida ao ficarem soterradas em Moro da Babilônia, também na zona sul de Rio de Janeiro.

No total, as autoridades registaram 45 locais inundados e oito quedas de árvores. Devido ao temporal, várias escolas fecharam portas e algumas das vias principais da cidade encontram-se interditas ao trânsito esta terça-feira, por precaução.  «Esperávamos chuva forte, mas não com tanta intensidade e concentrada só num lugar», afirma o perfeito (presidente da câmara) Marcelo Crivella.

Câmara do Rio de Janeiro abre processo de destituição do prefeito Marcelo Crivella

O processo de destituição obteve 45 votos a favor e 14 contra, numa votação em que era necessária maioria simples para a aprovação. O pedido de ‘impeachment’ é da autoria de Fernando Lyra Reys, agente fiscal da Secretaria Municipal da Economia, que denunciou um alegado crime de responsabilidade (ação ilícita cometida por um agente político), envolvendo contratos de painéis e sinalização pública na cidade do Rio de Janeiro, em dezembro de 2018, que causaram prejuízos aos cofres públicos, de acordo com o portal de notícias G1.

O processo tem agora até 90 dias para ser concluído a partir da data da notificação ao prefeito. Durante este período, Crivella permanece no cargo. Em setembro do ano passado, outro pedido de destituição contra Marcelo Crivella chegou a ser levado a plenário, mas foi rejeitado por 28 votos contra e 14 a favor. Marcelo Crivella ocupa o cargo de prefeito da cidade do Rio de Janeiro desde janeiro de 2017.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS