Tributo a Finaçon com Zeca di nha Reinalda, Paló e Kim Alves no B.leza

Zeca di nha Reinalda regressa ao B.leza para uma noite especial. Dia 31 de Maio, o cantor cabo-verdiano junta-se a Paló e a Kim Alves, num tributo à banda cabo-verdiana, da qual os três fizeram parte, os Finaçon.

Tributo a Finaçon com Zeca di nha Reinalda, Paló e Kim Alves no B.leza

Tributo a Finaçon com Zeca di nha Reinalda, Paló e Kim Alves no B.leza

Zeca di nha Reinalda regressa ao B.leza para uma noite especial. Dia 31 de Maio, o cantor cabo-verdiano junta-se a Paló e a Kim Alves, num tributo à banda cabo-verdiana, da qual os três fizeram parte, os Finaçon.

Juntos no palco do B.leza, recordam os bons momentos vividos em conjunto com alguns dos melhores temas da formação Finaçon, como Si Manera, Nandinha ou Fomi 47, e deixam-nos o seu famoso grito de guerra – «Finaçon em Açon. É Vibraçon na coraçon». O cantor Zeca di nha Reinalda, o rei do funaná, é uma das maiores referências da música cabo-verdiana. Os músicos Paló e Kim Alves continuam a escrever as histórias da música de Cabo Verde, sendo referências para colegas e fãs.

LEIA DEPOIS
Previsão do tempo para segunda-feira, 27 de maio

Os Finaçon foram criados em 1988

Tributo no dia 31 de maio no B.Leza

«A satisfação e a gratidão estampadas na face dos nossos milhares de fãs e fiéis seguidores faziam valer a pena cada gota de suor, nas imensas horas de palco entre nós partilhadas», realça Paló, o guitarrista do grupo, desde a formação dos Finaçon em 1988. «Faziam crescer a garra e o amor à camisola e tornavam indescritível a sensação do dever cumprido.»  Aliás, foi precisamente há 30 anos que os Finaçon lançaram a música Entri Spada e Paredi, que se tornou um dos maiores sucessos do grupo. Agora, no B.leza, vai poder recordar este e outros temas ao vivo.

LEIA MAIS

Militar da GNR conduz alcoolizado e mata motociclista
Morreu o pai de Judite Sousa
Vieira determinado em manter João Félix e restante plantel no Benfica

Impala Instagram


RELACIONADOS