Viola namorada após esta recusar ter sexo

Jovem de 22 anos ficou em prisão preventiva após ter violado a companheira, 5 anos mais velha. Noutro caso a PSP deteve em flagrante delito suspeito que transportava garrafa de gasolina para incendiar casa da ex-companheira.

Viola namorada após esta recusar ter sexo

Viola namorada após esta recusar ter sexo

Jovem de 22 anos ficou em prisão preventiva após ter violado a companheira, 5 anos mais velha. Noutro caso a PSP deteve em flagrante delito suspeito que transportava garrafa de gasolina para incendiar casa da ex-companheira.

Um homem de 22 anos obrigava a namorada, com quem vivia há quatro meses, a ter relações sexuais. Acabou por ser detido pela Polícia Judiciária de Leiria pelos crimes de violação e violência doméstica.

O agressor, que sujeitava a vítima a agressões físicas e psicológicas, ficou em prisão preventiva. De acordo com o CM, o agressor mostrava-se violento e não aceitava quando a ex-companheira, de 27 anos, recusava ter sexo. Durante o período em que viveram juntos, a mulher submeteu-se para evitar a escalada de violência, até ao dia que foi violada pelo homem, ajudante de camionista, quando tentava, novamente, recusar as suas intenções.

Após as agressões, a mulher dirigiu-se à PSP para apresentar queixa e o caso já foi investigado pela PJ de Leiria. O homem foi presente a primeiro interrogatório, tendo o juiz decretado prisão preventiva.

Detido com garrafa de gasolina

Noutro caso, a PSP anunciou a detenção de um homem, de 24 anos, pelo crime de violência doméstica. O suspeito foi detido em flagrante delito. Durante as diligências, os investigadores da PSP apuraram que o homem exercia violência sobre a companheira, de 30, com recurso à força bruta e a armas brancas.

Nos últimos dias, a violência escalou e o homem acabou detido quando transportava duas facas de grandes dimensões, uma tesoura e uma garrafa de gasolina, que pretendia utilizar para pegar fogo à casa e aos pertences da ex-companheira.

LEIA AINDA
Encontrado cabecilha do grupo que atacou e cegou polícia
Polícia espanca ex-mulher e familiares com bebé ao colo
Responde pelos crimes de violência doméstica (três) e de ofensas à integridade física (dois). Grávida de gémeos, a mulher ouviu frases como: “Mexe-te que estás a ficar muito gorda”. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS