«Vamos matar-te, antes 50 anos de prisão do que uma filha lésbica», diz mãe de jovem homossexual

“Se voltares vamos matar-te. Antes 50 anos de prisão do que uma filha lésbica” ou “antes uma filha viciada em drogas do que uma lésbica”, foram algumas mensagens que a jovem recebeu dos pais.

«Vamos matar-te, antes 50 anos de prisão do que uma filha lésbica», diz mãe de jovem homossexual

“Se voltares vamos matar-te. Antes 50 anos de prisão do que uma filha lésbica” ou “antes uma filha viciada em drogas do que uma lésbica”, foram algumas mensagens que a jovem recebeu dos pais.

Malika Chalhy, uma jovem italiana de 22 anos, decidiu enfrentar os seus receios e contar aos pais que é homossexual. A revelação chegou por meio de uma carta endereçada aos progenitores onde dava conta de que se tinha apaixonado por uma mulher.

A reação de desaprovação não poderia ter sido mais evidente e contundente: foi imediatamente expulsa de casa. Para além da drástica medida, as mensagens enviadas à filha estão causar forte impacto e indignação na sociedade.

«Antes uma filha viciada em drogas do que uma lésbica»

Foi alvo de  ameaças, as quais denunciou, e mantém guardadas as mensagens que comprovam as suas afirmações. “Se voltares vamos matar-te. Antes 50 anos de prisão do que uma filha lésbica” ou “antes uma filha viciada em drogas do que uma lésbica“. “Outras pessoas têm sorte porque têm filhos normais. Só nós tivemos um azar destes”, são alguns dos insultos que teve de ouvir dos próprios pais.

A jovem explicou como está está a viver toda esta situação e garante que não tem vergonhada de nada. “Não sou eu que devo ter vergonha. Não sou eu que estou mal. Não é normal bater numa criança ou insultá-la por quem ela é ou escolhe ser. Não é normal culpar alguém só porque é homossexual”, disse ao site Fanpage.it.

Malika, natural da cidade italiana de Castelfiorentino, divulgou sua história a vários meios de comunicação e apresentou queixa ao Ministério Público de Florença, que abriu uma investigação.

De recordar que o Dia Internacional Contra a Homofobia, Bifobia e Transfobia se celebrou nesta segunda-feira, 17 de maio.

LEIA AINDA
portugueses homofóbicos
Os portugueses são homofóbicos? «Sangue por todo o lado. Tudo por causa de um beijo»
A homofobia é uma forma de preconceito contra a homossexualidade que se pode manifestar de várias formas. Duarte, Ana, Inês e Daniela dão o seu testemunho sobre como é ser homossexual em Portugal. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS