Tailândia: Finalmente, as crianças já podem ser abraçadas pelos pais

Tailândia: Finalmente, as crianças já podem ser abraçadas pelos pais

O grupo de 12 rapazes e o treinador foram explorar a área depois de um jogo de futebol no dia 23 de junho. Depois do resgate estiveram em quarentena.

O primeiro menino resgatado das grutas de Tham Luang, na Tailândia, já teve autorização para estabelecer contacto físico com a mãe. O garoto Prachak Sutham recebeu prontamente um abraço sentido da progenitora depois de serem autorizados pelos médicos. Todavia, os familiares chegaram mais perto do filho, que não viam há quase duas semanas, com máscaras e mãos lavadas antes e depois do contacto.

O hospital de Chiang Rai disse que o menino resgatado de 14 anos está bem, livre de perigo e vai regressar a casa na próxima semana. No entanto, esta criança e as restantes irão continuar em séria observação durante os primeiros 30 dias em casa. O centro hospitalar afirma que todas as crianças estão bem e a ser acompanhadas com os devidos cuidados.

LEIA MAIS: Tailândia: Após o resgate, as crianças mostram boa disposição no hospital [vídeo]

A operação de resgate, que envolveu centenas de pessoas, incluindo mergulhadores, foi concluída na terça-feira com a saída das últimas quatro crianças e do treinador. As restantes crianças já tinham sido resgatadas no domingo e na segunda-feira.

O grupo de 12 rapazes e o treinador foram explorar a área depois de um jogo de futebol no dia 23 de junho.

Na altura, as inundações resultantes das monções bloquearam-lhes a saída da gruta e impediram que as equipas de resgate os encontrassem durante nove dias.

LEIA MAIS: Tailândia: Equipa de resgate festeja salvamento [vídeo]

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Tailândia: Finalmente, as crianças já podem ser abraçadas pelos pais

O grupo de 12 rapazes e o treinador foram explorar a área depois de um jogo de futebol no dia 23 de junho. Depois do resgate estiveram em quarentena.