Suspeito do incêndio no Japão diz que matou 33 pessoas por lhe terem plagiado uma ideia

O ataque ocorreu esta quinta-feira, 18 de julho, num estúdio de animação em Quioto, Japão, e provocou 33 mortos. O suspeito confessou o crime

Suspeito do incêndio no Japão diz que matou 33 pessoas por lhe terem plagiado uma ideia

Suspeito do incêndio no Japão diz que matou 33 pessoas por lhe terem plagiado uma ideia

O ataque ocorreu esta quinta-feira, 18 de julho, num estúdio de animação em Quioto, Japão, e provocou 33 mortos. O suspeito confessou o crime

Um incêndio num estúdio de animação, na cidade de Quioto, Japão, provocou, na quinta-feira, 18 de julho, 33 mortos. Shinji Aoba, de 41 anos, confessou o crime e acusa a produtora de animação japonesa de ter plagiado uma das suas ideias.

«Fui eu», disse à polícia, no momento da detenção, noticia a imprensa local. Para além de ter confessado o crime, o homem explicou o que o levou a fazer o ataque. De acordo com o suspeito, o estúdio de animação terá roubado uma ideia sua para uma novela.

«Vocês vão morrer», disse o suspeito antes de atear o incêndio

Uma mulher afirma ter ouvido Shinji Aoba, no momento da detenção, a gritar que o tinham plagiado. «Parecia muito chateado. Dizia: roubaram a minha ideia», contou a testemunha aos jornalistas. «Estava descalço e coberto de sangue, e tinha perdido a pele dos braços devido às queimaduras. O seu cabelo também estava queimado.»

«Testemunhas disseram que ouviram explosões no primeiro andar da Kyoto Animation e viram fumaça», segundo os bombeiros. «Eu ouvi duas explosões altas», disse um homem no canal público japonês NHK. «Ele (o suspeito de atear o incêndio) disse: vocês vão morrer», de acordo com outro testemunho.

O incêndio aparentemente começou por volta das 10:30 da manhã, horário local (02:30 em Lisboa) neste edifício, onde são produzidas séries de animação de televisão de sucesso. Cerca de 35 camiões de bombeiros e outros veículos foram enviados para o local.

A Kyoto Animation é uma empresa que produz desenhos animados, cria personagens, projeta e vende produtos derivados de sua série de ‘manga’ (um tipo de banda desenhada com origem no Japão), incluindo Munto, Lucky Star, Melancolia de Haruhi Suzumiya e K-On! A empresa, que também inclui uma escola de animação, tem dois prédios de estúdios (incluindo um que foi incendiado) e está sediada em Quioto, no centro-sul do Japão. A companhia tem cerca de 160 funcionários.

LEIA MAIS
Acidente em parque aquático de Benidorm deixa jovem paralisado
Previsão do tempo para domingo, 21 de julho

 

Impala Instagram


RELACIONADOS