Supremo dos EUA quer investigar fuga de informação sobre lei antiaborto

O presidente do Supremo Tribunal norte-americano confirmou hoje a autenticidade de um projeto de decisão tornado público sustentando a anulação da decisão histórica de 1973 que reconheceu o direito ao aborto no país, e ordenou uma investigação.

Supremo dos EUA quer investigar fuga de informação sobre lei antiaborto

Supremo dos EUA quer investigar fuga de informação sobre lei antiaborto

O presidente do Supremo Tribunal norte-americano confirmou hoje a autenticidade de um projeto de decisão tornado público sustentando a anulação da decisão histórica de 1973 que reconheceu o direito ao aborto no país, e ordenou uma investigação.

No primeiro comentário público do Supremo desde que o projeto de lei antiaborto foi publicado na segunda-feira, o juiz-presidente John Roberts disse que, “embora o documento descrito nos relatórios seja autêntico, não representa uma decisão do Tribunal ou a posição final de qualquer membro sobre as questões no caso”.

Para ler depois
Irmãos com quatro filhos querem que incesto seja legal na Alemanha
A relação de incesto para muitos pode ser inapropriada… mas não para este casal, que luta para que esta união ilícita passe a ser legal na Alemanha (… continue a ler aqui)

Roberts classificou como uma “grave quebra de confiança” a fuga de informação sobre o projeto, pedindo a abertura de uma investigação. Num comunicado divulgado um dia após o site noticioso norte-americano Politico ter noticiado, citando documentos confidenciais, que o Supremo se prepara para anular a decisão de 1973, conhecida por ‘Roe v. Wade’, o Presidente norte-americano Joe Biden disse que o seu Governo está a preparar-se para todas as eventualidades.

Impala Instagram


RELACIONADOS