Serial killer de 83 anos detida após descoberta de corpo desmembrado

Harvey Marcelin, de 83 anos, foi detida pelo homicídio de Susan Layden, cujo corpo foi encontrado desmembrado.

Serial killer de 83 anos detida após descoberta de corpo desmembrado

Serial killer de 83 anos detida após descoberta de corpo desmembrado

Harvey Marcelin, de 83 anos, foi detida pelo homicídio de Susan Layden, cujo corpo foi encontrado desmembrado.

Harvey Marcelin, de 83 anos, foi detida pelo homicídio de Susan Layden, cujo corpo foi encontrado desmembradoem Brooklyn na semana passada, dá conta o New York Post. A octogenária, que se identifica como mulher transgénero, foi acusada de ocultação de cadáver após ser apanhada por uma câmara de vigilância sa desfazer-se de restos humanos perto do seu apartamento. Foi emitido um mandado de busca e daí resultou a descoberta de “uma cabeça humana” na casa, em Cypress Hills.

Semana passada, o corpo de Susan Layden, de 68 anos, foi recuperado de um carrinho de compras abandonado, a menos de um quarteirão do apartamento de Marcelin. Alguns dias depois, a perna da vítima foi descoberta a alguns quarteirões e um braço de Layden continua por localizar. Harvey já tinha sido condenada por dois homicídios, tendo sido condenada a uma pena total de 50 anos – em 1963 – por ter disparado fatalmente sobre a então namorada Jacqueline Bonds, dentro do apartamento do casal, em Manhattan. Acabou por ser libertada de forma condicional em maio de 1984, pouco mais de 20 anos após ter sido condenada.

Serial killer de 83 anos detida após descoberta de corpo desmembrado
Susan Layden, a vítima

Um ano após ser libertada matou (outra) companheira à facada

Menos de um ano em liberdade, a homicida foi novamente detida por matar uma companheira, desta vez à facada. O corpo da vítima foi colocado numa bolsa e atirado nos arredores do Central Park. Em 1986, Harvey foi condenada por homicídio qualificado tendo saído em liberdade em 2019, 33 anos após o segundo brutal crime. A verdade é que não conseguiu manter-se afastada da vida criminosa. Layden terá sido morta em 27 de fevereiro, tendo sido vista pela última vez a entrar no apartamento da transgénero, na Pennsylvania Avenue.

As imagens de videovigilância foram as últimas em que a vítima foi vista com vida. Não voltou a sair do imóvel e o seu corpo, desmembrado, foi descoberto dias depois  nas ruas de Nova Iorque. Harvey encontra-se detida em Riker’s Island e tem audiência marcada no Supremo Tribunal de Brooklyn para os próximos dias.

LEIA AINDA
Homem espanca ladrões de catalisadores em Lisboa [vídeo gráfico]

Impala Instagram


RELACIONADOS