Polícia detém homem que queimou sem-abrigo brasileiro [vídeo]

Alegou à Polícia ter sido roubado. Afirmou ter levantado poupanças do Banco e que a vítima lhe terá furtado a quantia de cerca de 2300 euros.

Polícia detém homem que queimou sem-abrigo brasileiro [vídeo]

Polícia detém homem que queimou sem-abrigo brasileiro [vídeo]

Alegou à Polícia ter sido roubado. Afirmou ter levantado poupanças do Banco e que a vítima lhe terá furtado a quantia de cerca de 2300 euros.

Flausino Campos, de 49 anos, foi detido e acusado de ter queimado vivo um sem-abrigo, em São Paulo, Brasil, quando este se encontrava a dormir na rua. O crime, que teve lugar no passado dia 7 de janeiro, chocou o Mundo e foi noticiado na imprensa internacional. Nas primeiras declarações que prestou à Polícia, o homem, também sem-abrigo, afirmou ter sido roubado pela vítima. Contou que, no dia anterior, tinha levantado uma poupança no Banco no valor de 10 mil reais (cerca de 2300 euros) e que terá sido vítima de furto. A delegada da Polícia Silvana Sentieri Françolin contou que o suspeito afirmou ter mostrado o dinheiro à vítima e que, na manhã seguinte, as notas tinhas desaparecido. As autoridades já fizeram saber que pediram informações ao Banco para confirmar a versão apresentada.

LEIA DEPOIS
Encontrada com vida menina de 4 anos desaparecida na Amazónia [vídeo]

Polícia brasileira avança que o suspeito era amigo da vítima

Entretanto, depois de o suspeito confessar o crime, o Tribunal decretou prisão preventiva a Flausino Campos. Em comunicado, a Polícia brasileira avançou que o suspeito era amigo da vítima, Carlos Roberto Vieira da Silva, de 39 anos, e que ambos dormiam no mesmo local. Se o motivo do crime for confirmado, o suspeito deve ser indiciado por matar por motivo fútil. O crime também envolveu «agravantes de meio cruel, uso de material combustível e recurso que impossibilitou a defesa da vítima».

Sem-abrigo foi transportado para o hospital, onde viria a não resistir

Carlos Roberto Vieira da Silva foi queimado vivo quando se encontrava a dormir numa rua da cidade de São Paulo. O sem-abrigo foi regado com combustível. Quando o suspeito do crime acendeu o fósforo, a combustão foi de tal forma violenta que provocou um clarão de chamas de grandes dimensões [vídeo]. As câmaras de segurança registaram o crime e mostraram a vítima a tentar fugir com o corpo em chamas. Acabou por cair inanimada, mas  estava viva e com partes do corpo a arder quando os paramédicos chegaram. Acabou por falecer no hospital, vítima das queimaduras graves em mais de 70 por cento do corpo.

LEIA MAIS
Sem-abrigo queimado vivo no Brasil [vídeo com imagens fortes]
Ama brasileira detida por drogar gémeos de três anos [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS