Ministra de Bolsonaro: «Menino veste azul e menina veste rosa»

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do Brasil, Damares Alves, do novo governo brasileiro, afirma num vídeo que o Brasil está a entrar numa nova era, em que os meninos vestem azul e as meninas rosa.

Ministra de Bolsonaro: «Menino veste azul e menina veste rosa»

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do Brasil, Damares Alves, do novo governo brasileiro, afirma num vídeo que o Brasil está a entrar numa nova era, em que os meninos vestem azul e as meninas rosa.

«É uma nova era no Brasil: menino veste azul e menina veste rosa», disse Damares Alves, ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos do novo governo brasileiro num vídeo divulgado, esta quinta-feira, dia 3 de janeiro, nas redes sociais.

A divulgação do vídeo originou uma onda de polémica no Brasil, com artistas, influenciadores e cidadãos comuns a questionarem nas redes sociais o teor das declarações.

LEIA MAIS: Pai de ex-jogador do FC Porto morre enquanto jogava ténis

O vídeo em questão foi gravado após a cerimónia da tomada de posse da ministra, enquanto membro novo governo, que se realizou na última quarta-feira, dia 2 de janeiro. Um dos objetivos do governo de Bolsonaro é lutar contra a «ideologia de género».

 

«Fiz uma metáfora contra a ideologia de género, mas meninos e meninas podem vestir azul, rosa, colorido, enfim, da forma que se sentirem melhor», disse Damares Alves ao portal de notícias UOL.

Pastora evangélica escolhida para integrar novo governo

A ministra membro do novo governo é advogada e pastora evangélica.

Damara Alves foi escolhida para integrar o Governo por indicação da bancada evangélica do Congresso brasileiro, que apoia o Governo do Presidente Jair Bolsonaro.

Depois da polémica, ministra passeio pelo shopping vestida de azul

Uma fotografia publicada no Instagram mostra Damara Alves numa loja vestida de azul. Depois da polémica gerada em torno do seu discurso, a ministra foi interpelada pelo vendedor da loja que lhe perguntou: «E agora? A ministra é menino ou menina?».

A pastora evangélica defende ainda que as meninas devem ser tratadas como princesas e os meninos como príncipes.

 

LEIA MAIS: Previsão do tempo para sábado, 5 de janeiro de 2019

Texto: Redação WIN - Conteúdos Digitais

Impala Instagram


RELACIONADOS