4 histórias reais de meninas forçadas a casamentos com homens mais velhos

4 histórias reais de meninas forçadas a casamentos com homens mais velhos

Milhares de meninas são forçadas a casamentos com homens mais velhos na Ásia. Muitas crianças não resistem aos maus tratos.

Milhares de meninas são forçadas a casamentos com homens mais velhos na Ásia. Muitas crianças não resistem aos maus tratos. Embora nos pareça uma realidade distante, ainda existem muitos casos no Médio Oriente e na Ásia, nos quais a infância termina muito cedo.

LEIA MAIS: Menina de 11 anos engravida de violador e é obrigada a casar

Milhares de meninas que não atingem a maioridade são forçadas pelas sociedades a entrar na idade adulta extremamente cedo. Assim, não só a possibilidade de alcançar o desenvolvimento saudável e os estágios no plano emocional são perdidos, mas também excluídos das necessidades civis básicas, como o acesso à educação. Os casamentos acontecem em fases entre os 9 e os 14 anos.

4 meninas forçadas a casamentos com homens mais velhos

Nuajaud Ali (14 anos)

A desafortunada protagonista da nossa primeira história é uma menina do Iemen de 14 anos que, já tem dois filhos. A criança tinha apenas oito anos quando casou. O marido violou-a e espancou-a nos primeiros meses de casamento. A lei do país prevê que o casamento possa acontecer, mas a consumação só pode ser feita quando a criança entra no seu primeiro período menstrual. Contudo, o marido de Nuajaud Ali não esperou que a menina crescesse e obrigou-a a relações sexuais dolorosas, que levaram a duas gravidezes aos 12 e 13 anos. Este caso acabou por ser mundialmente conhecido, pois a protagonista desta história é a mais jovem divorciada de que há registo. Recebeu um prémio em 2008, pela sua luta contra o casamento de crianças.

Hasina Khatun (13 anos)

Hasina Khatun, é uma menina indiana que foi entregue pelos pais para casar aos 13 anos. O marido, de 19, obrigou-a a manter relações sexuais várias vezes por dia e a menina chegou a ter de ser hospitalizada. Tem agora 15 anos e está gravida pela primeira vez. As estatísticas mostram que pelo menos 50% das meninas indianas casam-se antes dos 18 anos e a maioria é analfabeta. Contudo, a lei proíbe casamento de menores, embora os casos raramente sejam denunciados.

Feyrouz Haider (11 anos)

Com apenas 11 anos, mas os pais de Feyrouz Haider decidiram entregá-la para casar. A mãe precisava de transfusões de sangue urgentes devido ao seu estado de saúde delicado e para pagar essas contas, a família da menina foi forçada a fazer um pacto com um homem com 25 anos. O homem pagou as despesas do tratamento, de acordo com a informação veiculada pelos meios de comunicação. A pequena Feyrouz continua casada apesar de ser constantemente vítima de violações e maus tratos.

Aisha Mohammadzai (14 anos)

Aisha Mohammadzai, natural do Afeganistão foi forçada pelos pais a contrair matrimónio. Com apenas 14 anos tentou fugir após a noite de núpcias, mas foi descoberta por segurança locais e regressou a casa do marido. Como castigo, cortaram-lhe o nariz e as orelhas. Mais tarde, a menina foi abandonada nas montanhas, onde acabou por morrer.

LEIA MAIS: Intestinos de jovem mulher desprendem-se após violação em grupo


RELACIONADOS

4 histórias reais de meninas forçadas a casamentos com homens mais velhos

Milhares de meninas são forçadas a casamentos com homens mais velhos na Ásia. Muitas crianças não resistem aos maus tratos.