Menina morre ao percorrer a pé mais de 300 kms para chegar a casa

Jamlo trabalhava nos campos de pimenta da aldeia de Perur, em Telengana.

Menina morre ao percorrer a pé mais de 300 kms para chegar a casa

Menina morre ao percorrer a pé mais de 300 kms para chegar a casa

Jamlo trabalhava nos campos de pimenta da aldeia de Perur, em Telengana.

Jamlo Madkam tinha 12 anos e morreu na Índia quando percorria a pé 322 kms para regressar a casa durante o isolamento. A menina sucumbiu quando estava a uma hora de sua casa, revela a CNN.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para quarta-feira, 22 de abril

Jamlo trabalhava nos campos de pimenta da aldeia de Perur, em Telengana. A quarentena decretada pelo governo indiano devia terminar a 14 de abril, mas o executivo decidiu prolongá-lo até 3 de maio.

«Jamlo não tinha comido nada nessa manhã»

A 15 de abril, a menina e mais 11 pessoas, iniciaram o percurso de regresso a casa. Decidiram voltar porque ficaram sem trabalho e não sabiam por quando tempo iria durar a ordem de isolamento no país.  A maioria dos transportes estão parados, nomeadamente os comboios, aquele que é um meio de transporte essencial na Índia e, por isso, os trabalhadores fizeram-se ao caminho.

A menina morreu três dias depois de ter iniciado o percurso. «Eles atravessaram terreno montanhoso para evitar as barreiras policiais (…) Disseram-nos que Jamlo não tinha comido nada nessa manhã porque tinha dores de estômago e tinha vomitado. Suspeitamos que um desequilíbrio de eletrólitos juntamente com a exaustão tenham causado a sua morte», afirmou B. R. Punjari, médico do distrito onde residia Jamlo.

LEIA MAIS
Cristina Ferreira poderá ter acolhido António Casinhas em casa durante a quarentena

Pontos de Venda das Nossas Revistas

Impala Instagram


RELACIONADOS