Jovem fica com 30% do corpo queimado após acidente

Jovem, de 27 anos, ficou com o 30% do corpo queimado após acidente enquanto cozinhava

Jovem fica com 30% do corpo queimado após acidente

Jovem fica com 30% do corpo queimado após acidente

Jovem, de 27 anos, ficou com o 30% do corpo queimado após acidente enquanto cozinhava

Bruna Mara, produtora cultural, poeta e ativista, teve de aprender a lidar com as marcas de queimaduras que tem pelo corpo, após ter sofrido um acidente, que queimou 30% da sua pele.

LEIA DEPOIS
Ex-líder da Juve Leo foi à Academia falar com Jorge Jesus e tem «consciência tranquila»

Aos 27 anos, a jovem explica que «nada a marcou tanto quando o acidente, que aconteceu em janeiro. «Ter o meu corpo todo marcado assim, foi, durante muito tempo, algo que me deixava revoltada. Transformar inseguranças em inspiração é um caminho cheio de obstáculos», explica. Em janeiro de 2018, numa viagem à Bahia, Brasil, enquanto cozinhava, o seu vestido pegou fogo, provocando-lhe queimaduras de terceiro grau na barriga e nas pernas. O primeiro pensamento foi evitar que as chamas entrassem em contato com o rosto, relata.

«O corpo é marcado por várias violências e vivências desagradáveis e projetamos muito no corpo. Eu fiz muito isso e ainda faço», disse. Além do processo de aceitação por que passa, Bruna dá por si a lidar também com um sentimento de culpa. A jovem acreditava que nunca mais seria vista da mesma forma e que não era possível alguém se sentir atraída por ela. «Tinha muito a ver com a forma que eu me sentia. Eu não estava feliz», disse, citada pela publicação Claudia.

A jovem de 27 anos foi desafiada pela ID Prod a aparecer em frente ao espelho e a transmitir a mensagem de aceitação. «A ideia de expor meu corpo, voltar a sair, tirar fotografias e ver-me como alguém que merece todas as coisas boas que as pessoas têm, foi uma coisa boa. Para mim tudo ficou muito mais sensível», explica, assumindo que aprendeu uma nova forma de se tocar.

«Quando falo sobre a vida fazer sentido e qual marca deixar no mundo, é pensar em formas de entender a minha existência como algo que vai inspirar outras pessoas, que passaram pela mesma situação», conta, revelando que deseja inspirar quem a rodeia.

Quase um ano depois do acidente, Bruna Mara revela que ainda não superou, mas aprendeu a respeitar o seu próprio tempo.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para esta quarta-feira, 4 de dezembro

Impala Instagram


RELACIONADOS