Jogador do Vitória de Setúbal vence cancro

Jogador do Vitória de Setúbal vence cancro

Nuno Pinto, de 32 anos, foi diagnosticado com um linfoma em dezembro de 2018. O jogador do Vitória de Setúbal fez uma pausa na carreira e venceu o cancro.

Nuno Pinto, 32 anos, jogador do Vitória de Setúbal, foi diagnosticado com um linfoma, doença do foro oncológico, em dezembro de 2018. O jogador viu-se obrigado a interromper a carreira para fazer tratamentos e, quatro meses depois, o cancro desapareceu.

O anúncio da doença foi feito durante uma conferência de imprensa do clube sadino. Vítor Hugo Valente, presidente do Vitória de Setúbal, foi quem revelou o estado de saúde do jogador. «No âmbito de um exame detectado pelo nosso departamento médico foi verificado que tem um linfoma. A notícia foi um verdadeiro choque para nós mas no futebol estamos habituados a que na hora da derrota o primeiro pensamento é seguir-se uma vitória», explicou à data.

Já recuperado, o futebolista fez as primeiras declarações à RTP. «O que me custou mais não foi a doença em si, foi não poder fazer aquilo que eu mais gosto e fazer aquilo que eu sei, que é jogar futebol. Só o facto se sentir a relva, sentir o cheirinho, treinar com os meus companheiros, faz-me sentir um bocadinho mais útil do que aquilo que eu era», adiantou, feliz por poder regressar aos relvados.

Nuno Pinto conta que, desde o início, esteve confiante e que só se concentrou num caminho: vencer a batalha. «Eu sabia que tinha de ganhar. E felizmente as coisas têm corrido bem e já estou limpo. Já não tenho nada, apesar de ter de fazer os tratamentos até ao fim. E foi mais um desafio ganho.»
Porém, nem tudo foi fácil e houve momentos em que a morte o intimidou. «A primeira coisa que se associa é a morte. Isso nunca me passou pela cabeça, sou sincero. Nunca me passou pela cabeça que eu não ia conseguir.»

A homenagem de Cristiano Ronaldo

Enquanto enfrentava a ideia de ter de começar os ciclos de quimioterapia, Nuno Pinto recebeu um incentivo especial. «Comecei os tratamentos no IPO de Lisboa no dia 9 de Janeiro, no dia 8 de Janeiro eu estava em casa, com a minha mulher e com os meus filhos e estava ali um bocado mais em baixo. E quando recebo o vídeo do capitão da seleção nacional, o melhor jogador do mundo, e começo a ver. Emocionei-me. Foi dos poucos momentos em que me emocionei», desvenda o futebolista, que orgulha de ter recebido uma mensagem de força do «Melhor do Mundo».

Filhos são a maior motivação

Casado e com três filhos, foi o núcleo familiar que nunca o deixou abalar-se. «Nunca tive momentos de dúvida, mas tive momentos difíceis, em que estou em casa à noite e levanto-me, sem sono, e começo a olhar para a minha mulher, para os meus filhos, e fico ali mais sensibilizado», admite o lateral do Vitória de Setúbal.

«Não é fácil, não foram momentos fáceis. Ao ponto de ir ao quarto deles, olhar para eles e pensar para mim mesmo: ‘eu vou conseguir por vocês’. É isso que me puxa para cima e nunca pensar em coisas negativas.»

Texto: Tânia Cabral com Jéssica dos Santos; Fotos: Vitória FC

 

LEIA MAIS
Previsão do tempo para segunda-feira, 15 de abril

Homem salta de avião para tentar fugir à polícia

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS