Emigrante ataca três mulheres numa manhã após noite de copos

Já em 2017 tinha sido acusado de rapto e importunação sexual após ter colocado uma mulher na mala do carro.

Emigrante ataca três mulheres numa manhã após noite de copos

Emigrante ataca três mulheres numa manhã após noite de copos

Já em 2017 tinha sido acusado de rapto e importunação sexual após ter colocado uma mulher na mala do carro.

Um homem de 29 anos foi acusado pelo Ministério Público (MP) do Porto de três crimes de rapto agravado e de dois crimes de importunação sexual. Os casos aconteceram em Felgueiras e Amarante.

O primeiro ataque remonta a 2017 quando, pelas oito horas, o arguido abordou uma mulher que seguia na rua, agarrou-a e, à força, fechou-a na bagageira do seu automóvel.

De seguida, foi até um descampado, onde “abriu a bagageira, apresentando-se à mulher sem calças e pedindo-lhe que com ele mantivesse trato sexual ao mesmo tempo que manipulava os genitais“, descreve a Procuradoria Distrital do Porto. A mulher recusou e ele deixou-a e foi embora.

Modus operandi era sempre o mesmo

Os restantes casos ocorreram na manhã de 28 de dezembro de 2018. Primeiro, tentou abordar uma enfermeira e uma funcionária da estação de Caíde de Rei, Lousada, mas estas conseguiram escapar.

Depois, no parque de estacionamento, agarrou uma mulher de 35 anos e tentou metê-la à força na bagageira. Ela resistiu e gritou e ele fugiu. Logo de seguida, na Avenida de São Pedro, ao ver outra mulher na rua, baixou as calças e começou a manipular os genitais.

Pouco depois, em Mancelos, escolheu outra vítima que seguia na estrada e também a meteu à força na bagageira. Só que ela conseguiu evitar o fecho da mala, debateu-se e saiu. E ele fugiu de novo.

Nessa mesma manhã, o homem, emigrante na Suíça, foi identificado em sua casa e dirigiu-se ao posto da GNR, com uma advogada, para ser interrogado pela Polícia Judiciária.

Tal como escreve o JN, terá justificado os ataques com os efeitos de uma noite de copos. Nessa altura, as autoridade ainda não tinham conhecimento do seu cadastro.

O suspeito foi agora acusado pelo MP e irá responder em tribunal pelos atos cometidos.

LEIA AINDA
Polícia acusado de ajudar chef Ljubomir envolvido com criminosos
Adolescentes sem máscara mordem polícias
Duas adolescentes e uma mulher foram abordadas por agentes após circularem na via pública sem máscara. Trio recusou ser identificado e partiu para a violência. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS