Detido em Lousada por forçar a mulher a sexo após o divórcio

Dois homens foram detidos em Lousada por violência doméstica. Um forçou a ex-mulher relações sexuais e o outro esperava pela vítima à porta do trabalho para persegui-la, insultá-la e agredi-la

Detido em Lousada por forçar a mulher a sexo após o divórcio

Detido em Lousada por forçar a mulher a sexo após o divórcio

Dois homens foram detidos em Lousada por violência doméstica. Um forçou a ex-mulher relações sexuais e o outro esperava pela vítima à porta do trabalho para persegui-la, insultá-la e agredi-la

Dois homens acabaram detidos em Lousada por violência doméstica. Um dos agressores forçou a ex-mulher a ter relações sexuais, após o divórcio, formalizado desde julho. O outro esperava pela vítima à porta do trabalho para persegui-la, insultá-la e agredi-la. Os detidos foram libertados após interrogatório, mas o juiz ordenou uso de pulseira eletrónica para não se aproximarem das vítimas. No primeiro caso, o casal terminou o casamento há menos de dois meses, passando o homem, de 55 anos, e a mulher, de 54, a viverem em casas separadas.

Continuaram, porém, a manter contacto e, em algumas situações, encontraram-se na habitação de um deles. Os encontros foram aproveitados pelo suspeito para a sujeitar a violência psicológica e para a obrigá-la a ter relações sexuais. O entretanto colocado em liberdade agredia a vítima. O segundo homem detido pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Penafiel da GNR tinha também antecedentes de violência. Com 37 anos, ao longo dos últimos cinco de casamento que agredia frequentemente a ex-mulher. As agressões foram de resto o motivo para o divórcio, há 12 anos.

Há um mês, sensivelmente, reataram, mas, logo nos primeiros dias, o indivíduo voltou a agredir a mulher, o que levou de imediato ao fim da relação. O agressor, no entanto, passou a esperá-la à porta do local de trabalho como forma de intimidação, tendo, na última ocasião, antes de ser detido. a forçar a vítima a entrar no seu automóvel e a ameaçá-la de morte.

Impala Instagram


RELACIONADOS