Este banco também vai cobrar pelas transferências MBWay

Este banco também vai cobrar pelas transferências MBWay

BCP junta-se ao BPI e vai começar a cobrar, a partir de 17 de junho, pelas transferências feitas através da aplicação do MBWay.

O BCP junta-se aos bancos que vão começar a cobrar pelas transferências feitas através da aplicação MBWay. A medida será posta em prática no dia 17 de junho. No entanto, há ressalvas.

A instituição financeira liderada por Miguel Maya vai cobrar 0,52 euros por cada transferência MB way feita através da app do Millenium. Caso a transferência seja feita através da app do MBWay, o preço da operação sobe para 1,258 euros.

O banco garante uma isenção para clientes até 23 anos ou que tenham contas com algumas soluções integradas, como «Cliente Frequente», «Millennium GO!», «Programa Prestige», «Programa Prestige Direto» e «Portugal Prestige».

Em fevereiro, a Caixa Geral de Depósitos anunciou a cobrança de de 20 cêntimos e o Novo Banco 15 cêntimos por operação. Já o Santander e o Bankinter, ambos espanhóis, não cobram qualquer valor pelas transferências MBWay.

O BPI foi dos primeiros bancos a anunciar o cobrança pelas transferências MBWay. A partir do dia 1 de maio, a instituição financeira vai cobrar 1,20 euros (mais imposto de selo) aos clientes que fizessem transferências através da aplicação gerida pela SIBS. Para fazer face a este pagamento, o BPI anunciou que os clientes que adirem à Conta Valor, uma conta pacote que tem um custo mensal associado, ou se utilizasse o MBWay de uma forma (completamente) contrária ao uso para que foi criado, através da aplicação do BPI no telemóvel, não terão de pagar nenhum valor extra.

LEIA MAIS
Tio e sobrinho eram inocentes mas estiveram presos 43 anos
Football Leaks: Advogado diz que justiça francesa copiou documentos de Rui Pinto

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS