Aluna de 14 anos agride professora em escola na Maia

Elemento da Direção da escola tentou acalmar a rapariga, mas acabou por ser agredido também.

Aluna de 14 anos agride professora em escola na Maia

Aluna de 14 anos agride professora em escola na Maia

Elemento da Direção da escola tentou acalmar a rapariga, mas acabou por ser agredido também.

Uma aluna, de 14 anos, da Escola Secundária de Castêlo da Maia, agrediu a professora de Educação Física, no final da aula, por não ter gostado de ser convocada para ajudar a arrumar o material.

LEIA DEPOIS
Bebé sem rosto. Rodrigo não ouve e só respira pela boca

Entre insultos e encontrões, um elemento da Direção da escola tentou acalmar a rapariga, mas acabou também por ser alvo de agressões. A professora acabou por ser transportada ao hospital para avaliar ferimentos ligeiros. A Federação Nacional dos Professores – Fenprof – pede ao Ministério da Educação que tome medidas para reforçar a autoridades dos professores.

S.T.O.P convoca greve de duas semanas

O Sindicatos de Todos os Professores entregou esta quinta-feira, 24 de outubro, um pré-aviso de greve para protestar contra a «violência e impunidade nas escolas».
Em declarações à agência Lusa, o dirigente do S.TO.P, André Pestana explicou que na nova greve estão os casos mais recentes de violência nas escolas. «Como é público o S.TO.P tem uma greve nacional desde 3 de outubro contra o amianto e qualquer trabalhador que se sinta lesado pode aderir. (…). Contudo, nos últimos dias houve um conjunto de situações de violência nas escolas que justificam uma nova greve», disse. Leia mais aqui.

LEIA MAIS

Previsão do tempo para sexta-feira, 25 de outubro

Impala Instagram


RELACIONADOS