António Guterres considera “hediondo” tiroteio em escola do Texas

O secretário-geral da ONU, António Guterres, considerou ser “hediondo” o tiroteio ocorrido numa escola primária na cidade de Uvalde, no Texas, Estados Unidos, que provocou a morte de 18 crianças e três adultos.

António Guterres considera

António Guterres considera “hediondo” tiroteio em escola do Texas

O secretário-geral da ONU, António Guterres, considerou ser “hediondo” o tiroteio ocorrido numa escola primária na cidade de Uvalde, no Texas, Estados Unidos, que provocou a morte de 18 crianças e três adultos.

“Estou profundamente entristecido pelo hediondo tiroteio em massa numa escola primária do Texas”, afirmou António Guterres, numa mensagem publicada na rede social Twitter. “É particularmente doloroso que a maioria das vítimas sejam crianças”, acrescentou. Pelo menos 21 pessoas morreram, incluindo 18 crianças e três adultos, segundo o mais recente balanço do tiroteio registado na terça-feira nos Estados Unidos. O atirador, de 18 anos, foi abatido pela polícia e três pessoas estão hospitalizadas em estado grave. “O meu coração está com as famílias e entes queridos das vítimas e com a comunidade de Uvalde”, adiantou ainda o secretário-geral das Nações Unidas.

Biden pede que se enfrente lóbi das armas

A informação sobre o tiroteio foi inicialmente avançada pelo governador do Texas, Greg Abbott, numa conferência de imprensa na qual especificou que o atirador entrou no estabelecimento de ensino com um revólver e, possivelmente, com uma espingarda e abriu fogo, estando o caso a ser investigado pela polícia. O Presidente norte-americano, Joe Biden, ordenou que as bandeiras do país sejam colocadas a meia haste devido ao massacre.

Biden afirmou na terça-feira “que tiroteios em massa não acontecem em mais lugar nenhum do mundo com a frequência que acontecem na América” e pediu que o país enfrente o lóbi das armas. Também a vice-presidente dos Estados Unidos, Kamala Harris, pediu “coragem para agir” no sentido de regulamentar o uso e posse de armas e lembrou que “os tiroteios em escolas se repetem ano após ano nos Estados Unidos”.

Criança de 18 meses ‘engolida’ por sarjeta em frente à mãe [vídeo]
O pesadelo de qualquer mãe é ter um filho desaparecido. Mas Amy Blyth passou pela traumática experiência de ver o filho de apenas 18 meses desaparecer à sua frente. (… continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS