Donald Trump tem atitude «lamentável» e abandona reunião no Congresso

Donald Trump, presidente norte-americano abandonou uma reunião com os líderes do Congresso para negociação da paralisação parcial do Governo que dura há quase um mês, anunciaram os democratas.

Donald Trump tem atitude «lamentável» e abandona reunião no Congresso

Donald Trump tem atitude «lamentável» e abandona reunião no Congresso

Donald Trump, presidente norte-americano abandonou uma reunião com os líderes do Congresso para negociação da paralisação parcial do Governo que dura há quase um mês, anunciaram os democratas.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, abandonou hoje uma reunião com os líderes do Congresso para negociação da paralisação parcial do Governo (‘shutdown’), permanecendo o impasse que dura há quase um mês, anunciaram os democratas.

O líder democrata no Senado, Chuck Schumer, disse que o republicano Donald Trump perguntou hoje à presidente daquele órgão, Nancy Pelosi, se ela concordava em financiar o seu muro na fronteira com o México e quando esta respondeu “não”, o Presidente levantou-se e disse: “Então não temos mais nada para discutir”.

Schumer classificou a atitude de Donald Trump como “muito, muito lamentável”.

LEIA MAIS: Mãe atira bebé de dois meses pela janela do carro em movimento

Trump também reagiu no Twitter, escrevendo que a reunião foi uma “total perda de tempo” e que perante a recusa de financiamento do muro declarou: “Adeus, nada mais funciona”.

Promessa eleitoral de Donald Trump continua num impasse

O líder dos Estados Unidos dirigiu-se à nação na noite de terça-feira, dia 8 de janeiro, num discurso televisionado feito pela primeira vez a partir da Sala Oval, na Casa Branca, e responsabilizou os democratas pela paralisação parcial do Governo (que dura há 20 dias) pela inexistência de um acordo no Congresso para financiar o muro.

Trump pediu aos democratas que regressem à Casa Branca para se reunirem com ele, argumentando ser “imoral os políticos não fazerem nada” para resolver esta crise.

“Hoje à noite [terça-feira] falo-vos porque estamos a testemunhar uma crescente crise humanitária e de segurança na fronteira sul”, frisou, num discurso que durou nove minutos.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

O Presidente norte-americano tem discutido a ideia de declarar uma emergência nacional para contornar o impasse no Congresso e que lhe permita avançar com o muro, mas essa possibilidade não foi abordada durante o discurso.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS