Grupo de homens ataca e viola criança raptada junto ao Colombo

Adolescente de 13 anos fugiu de instituição e alega ter sido obrigada a entrar num carro junto ao Colombro. Quatro homens violaram-na numa casa abandonada e menina foi largada em Algés.

Grupo de homens ataca e viola criança raptada junto ao Colombo

Grupo de homens ataca e viola criança raptada junto ao Colombo

Adolescente de 13 anos fugiu de instituição e alega ter sido obrigada a entrar num carro junto ao Colombro. Quatro homens violaram-na numa casa abandonada e menina foi largada em Algés.

A Polícia Judiciária (PJ) de Lisboa está a investigar a violação de uma criança de 13 anos, foragida de um colégio de reinserção. A menor contou às autoridades que foi forçada a entrar num veículo, sendo posteriormente transportada para uma casa abandonada, onde foi abusada. O crime ocorreu ao final da tarde de quinta-feira, 21 de janeiro.

Vítima de abusos sexuais por parte do padrasto, que cumpre pena de prisão por esses mesmos crimes, a jovem foi colocada por um juiz num colégio de reinserção, na zona de Carnide, em Lisboa, há cerca de um mês. No entanto, a jovem acabou fugir da instituição há uma semana. De acordo com alguns relatos, terá deixado a informação de que iria encontrar-se com o namorado.

A meio da tarde de quinta-feira passou pela zona do centro comercial Colombo e foi neste local que tudo se passou. Alega ter sido forçada por quatro homens a entrar num automóvel e, ao fim de alguns minutos, os sequestradores levaram-na apara uma casa abandonada, onde consumaram a violação.

Tal como dá conta o Correio da Manhã, após a agressão sexual foi ordenada a regressar ao automóvel, acabado por ser conduzida até Algés, onde foi largada. Em pânico, terá feito a pé e de autocarro a distância de cerca de 10 quilómetros que a separava da instituição de onde tinha fugido.

Os responsáveis do colégio alertaram a PSP pelas 22h10, que conduziu a menor ao Hospital de Santa Maria, onde, além de lhe ter sido prestado apoio médico, foram efetuados os necessários testes para recolha de provas. A PJ teve conhecimento do crime já na madrugada desta sexta-feira, tendo ficado encarregue da investigação.

LEIA MAIS
Criança morre após ser sequestrada pela mãe

Impala Instagram


RELACIONADOS