Enfermeira detida por matar oito recém-nascidos

Enfermeira detida por matar oito recém-nascidos

A mulher ainda foi acusada de ter tentado tirar a vida a mais seis recém-nascidos

Uma enfermeira foi detida sob a suspeita de ter matado oito recém-nascidos e de ter tentado tirar a vida a outros seis, na maternidade onde trabalhava em Cheshire, em Inglaterra.

LEIA MAIS: Enfermeira acusada de matar 60 bebés libertada por bom comportamento

A mulher foi presa depois de ter sido aberta uma investigação pela polícia local relativa às inexplicáveis mortes de 17 bebés, naquela maternidade. Nesta investigação também foram tidos em conta os casos de outros 15 recém-nascidos, cujo as causas de morte derivaram de problemas de saúde não fatais.

As mortes investigadas ocorrem entre março de 2015 e julho de 2016

As autoridades não adiantam pormenores sobre a enfermeira e sobre as possíveis motivações da mesma.

A investigação foi aberta, depois de vários pais de recém-nascidos terem exigido respostas sobre as causas das mortes dos filhos. «Há muitas famílias à procura de respostas para perceber o que aconteceu», afirmou a polícia.

VEJA AINDA: Julgamento dos “bebés roubados” foi hoje suspenso em Espanha

 


RELACIONADOS