ÚLTIMA HORA INCÊNDIOS: CDOS diz que bebé de um mês não morreu

Os incêndios voltam a devastar o país. Acompanhe todos os acontecimentos.

ÚLTIMA HORA INCÊNDIOS: CDOS diz que bebé de um mês não morreu

ÚLTIMA HORA INCÊNDIOS: CDOS diz que bebé de um mês não morreu

Os incêndios voltam a devastar o país. Acompanhe todos os acontecimentos.

Bebé de um mês, dado como morto pela Proteção Civil, afinal, não é uma das vítimas dos incêndios de 15 de outubro. A notícia, avançada pela TVI24, é confirmada pelo Comando Distrital de Coimbra. O CDOS daquele distrito contraria, assim, a informação avançada na tarde de segunda-feira por Patrícia Gaspar, adjunta da Proteção Civil.

(atualização 14:43)

A Proteção Civil confirmou a 37º vítima mortal dos incêndios de 15 de outubro. A RTP avança que um homem, que se encontra desaparecido na Pampilhosa da Serra, poderá ser a 38ª vítima.

(atualização 17/10; 12:37)

Número de mortos acaba de aumentar para 36, avança o Jornal de Notícias. Os dados não são finais, pelo que o número ainda pode aumentar.

O bebé de um mês que se encontrava desaparecido já foi encontrado sem vida, em Tábua.  Até às 20h de hoje, dia 16, mantém-se o alerta vermelho.

17 pessoas morreram em Viseu, 13 em Coimbra, duas na Guarda e uma em Castelo Branco. Estão também sete pessoas desaparecidas e há 51 feridos, 15 com gravidade.

De acordo com o site da Proteção Civil, há neste momento 147 fogos ativos.

Constança Urbano de Sousa refere que “é preciso recuar a 2006 para encontrar um número tão elevado de ocorrências”.

Marcelo cancelou agenda até quarta-feira

O Chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, cancelou toda a sua agenda até quarta-feira, que incluía uma deslocação à Madeira, devido aos incêndios que se registam desde domingo, informou a Presidência da República.

O Presidente da República iria estar no Funchal entre terça e quarta-feira, para as comemorações dos 180 anos da Escola Secundária Jaime Moniz.

FPF lamenta mortes nos incêndios e manifesta vontade em ajudar

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) lamentou hoje, em nota publicada na sua página oficial, as “mortes provocadas pelos incêndios” e manifestou vontade em ajudar.

“Aos familiares e amigos das vítimas, a Federação Portuguesa de Futebol endereça as mais sentidas condolências, garantindo desde já que tudo fará, dentro das suas possibilidades e à semelhança do que ocorreu após a tragédia de Pedrógão Grande, para minorar o sofrimento das populações e auxiliar as corporações de bombeiros das regiões afetadas”, refere a FPF.

Primeiro-ministro cancela agenda oficial para hoje

O primeiro-ministro, António Costa, cancelou hoje a sua agenda oficial, para o lançamento do programa Inspire, no âmbito da Web Summit 2017, na residência oficial de São Bento, em Lisboa, disse à Lusa fonte do seu gabinete.

António Costa esteve na madrugada de hoje na sede da Autoridade Nacional da Proteção Civil, em Carnaxide, Oeiras, para avaliar a situação no país após os incêndios florestais de domingo que fizeram pelo menos 27 mortos.

Famosos internacionais lamentam situação em Portugal

 

 

 

As mais vistas

Lucy revela sexo dos bebés
As 9 profissões em que os homens mais traem
António Casinhas comenta reconciliação com Cristina Ferreira
Jogador do Moreirense retirado de campo inanimado
Revelada identidade de namorado de Jessica Athayde

 

Impala Instagram

Mais

RELACIONADOS