Pneumonia viral fora de controlo. Número de mortos dispara

A epidemia do coronavírus, que provoca pneumonias, tem sintomas semelhantes à pneumonia atípica, ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

Pneumonia viral fora de controlo. Número de mortos dispara

Pneumonia viral fora de controlo. Número de mortos dispara

A epidemia do coronavírus, que provoca pneumonias, tem sintomas semelhantes à pneumonia atípica, ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

Pelo menos seis pessoas morreram na sequência do surto de pneumonia viral, transmissível entre humanos. A Organização Mundial de Saúde vai avaliar se se trata, ou não, de um caso de emergência pública.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Ligeira subida da temperatura e continuação de vento forte

As autoridades confirmaram que o número de mortes resultado do coronavírus, a pneumonia viral que teve início no centro da China, subiu para seis e que os casos confirmados subiram para 300. A Comissão Nacional de Saúde da China atualizaou o número de infetados confirmados, enquanto 922 pacientes estão sob observação, numa altura em que há milhões de chineses a viajar por ocasião do Ano Novo Lunar.

A epidemia do coronavírus, que provoca pneumonias, tem sintomas semelhantes à pneumonia atípica, ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).

Coronavírus foi detetado em dezembro

O coronavírus foi detetado no passado mês de dezembro em Wuhan, cidade no centro da China, e tornou-se mais preocupante na passada segunda-feira depois de ter sido confirmado que é um vírus transmissível entre seres humanos. A OMS convocou para a próxima quarta-feira uma reunião de peritos para avaliar se o surto constituí ou não uma emergência pública internacional.

Entretanto, já esta semana, foram diagnosticados quatro casos entre viajantes chineses na Coreia do Sul, Japão e Tailândia, sendo que são todos oriundos da cidade de Wuhan.

Os casos de coronavírus estão a deixar a comunidade bastante receosa sobre a possibilidade da existência de uma nova epidemia, como foi o caso da pneumonia atípica ou da Síndrome Respiratória Aguda Grave, que entre os anos de 2002 e 2003 fez 650 mortes na China e em Hong Kong.

Texto: Joana Ferreira com Lusa

LEIA MAIS
Homem acusado de atropelar mortalmente irmã de Yannick Djaló conhece hoje acórdão

 

Impala Instagram


RELACIONADOS