Médico do ‘bebé sem rosto’ suspeito de fraude milionária ao SNS

Artur Carvalho, responsável por não ter avisado os pais do ‘bebé sem rosto’ das malformações do feto, é suspeito de fraude ao Serviço Nacional de Saúde.

Médico do 'bebé sem rosto' suspeito de fraude milionária ao SNS

Médico do ‘bebé sem rosto’ suspeito de fraude milionária ao SNS

Artur Carvalho, responsável por não ter avisado os pais do ‘bebé sem rosto’ das malformações do feto, é suspeito de fraude ao Serviço Nacional de Saúde.

O médico obstetra Artur Carvalho, responsável por não ter avisado os pais do ‘bebé sem rosto‘ das malformações do feto, é suspeito em novo caso. Já depois de ter sido expulso da Ordem dos Médicos, é suspeito de fraude ao Serviço Nacional de Saúde. De acordo com o Correio da Manhã, realizava exames complementares de diagnóstico na Eco Sado, que não tinha qualquer convenção com o SNS. Posteriormente, o reembolso era feito através de uma outra clínica que tinha acordo com o SNS. A maioria das comparticipações situavam-se nos 80% e Artur Carvalho e os responsáveis da clínica dividiam o lucro.

Estado lesado em milhares de euros

A Polícia Judiciária realizou sete buscas domiciliárias e não domiciliárias, tanto na clínica Eco Sado, como na que tinha convenção com o SNS, nas residências dos seus proprietários e num escritório de contabilidade. Não houve constituição de arguidos. Os documentos apreendidos, ficheiros informáticos de natureza contabilística e bancária, requisições médicas e correio eletrónico foram encaminhados para o Ministério Público de Setúbal. Está por apurar o montante em que o Estado foi lesado – calcula-se que em vários milhares de euros já que foram feitos  centenas de exames – e há quanto tempo durava este esquema.

LEIA AINDA
Bebé sem rosto | Mães marcadas pelo mesmo médico exigem justiça [reportagem]

Impala Instagram


RELACIONADOS