Estado lesado por rede em mais de 1,8 milhões de euros

A Polícia Judiciária desmantelou uma rede suspeita de fraude fiscal e branqueamento no centro do país, que enganou o Estado em mais de 1,8 milhões de euros.

Estado lesado por rede em mais de 1,8 milhões de euros

Estado lesado por rede em mais de 1,8 milhões de euros

A Polícia Judiciária desmantelou uma rede suspeita de fraude fiscal e branqueamento no centro do país, que enganou o Estado em mais de 1,8 milhões de euros.

A Polícia Judiciária (PJ) desmantelou uma rede suspeita de fraude fiscal e branqueamento no centro do país, que enganou o Estado em mais de 1,8 milhões de euros, através de reembolsos indevidos de IVA. De acordo com um comunicado enviado às redações pela PJ, «o modus operandi consistia na utilização de um circuito fictício de faturação, mediante a simulação de compras e vendas que não correspondiam a efetivas transações de bens, superiores a 10 milhões de euros”.

LEIA DEPOIS
Encontrado camião com 15 pessoas no Reino Unido [vídeo]

Lucro era canalizado para a compra de património imobiliário

Agentes da PJ e inspetores das Finanças levaram a cabo,  40 buscas domiciliárias e não domiciliárias ligadas a diversas sociedades a operar no mercado das pedras ornamentais. O  lucro, de acordo com a PJ, era obtido de forma ilegal e canalizado para a compra de património imobiliário, registado em nomes de terceiros, chamados «testas de ferro».  “Com a realização das buscas pretende-se obter elementos de prova que permitam em breve concluir o inquérito”, refere a polícia na mesma nota.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para quinta-feira, 7 de novembro
Ana Rita Cavaco reeleita bastonária da Ordem dos Enfermeiros

Impala Instagram


RELACIONADOS