«É muito cedo» para prever o fim da epidemia do coronavírus, diz OMS

“Penso que é muito cedo para tentar prever o início, o meio ou o fim dessa epidemia”, disse aos jornalistas o chefe do departamento de urgências de saúde da OMS, Michael Ryan.

«É muito cedo» para prever o fim da epidemia do coronavírus, diz OMS

«É muito cedo» para prever o fim da epidemia do coronavírus, diz OMS

“Penso que é muito cedo para tentar prever o início, o meio ou o fim dessa epidemia”, disse aos jornalistas o chefe do departamento de urgências de saúde da OMS, Michael Ryan.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) alertou hoje que ainda é “muito cedo” para prever o fim da epidemia causada pelo novo coronavírus Covid-19. “Penso que é muito cedo para tentar prever o início, o meio ou o fim dessa epidemia”, disse aos jornalistas o chefe do departamento de urgências de saúde da OMS, Michael Ryan.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para esta quinta-feira

Ryan falava em conferência de imprensa na sede da OMS, em Genebra, onde estão reunidos centenas de especialistas na busca de uma forma de conter o coronavírus, que já matou mais de mil pessoas na China.

Mortos na China continuam a aumentar

O número de mortos na China continental devido ao novo coronavírus aumentou para 1.113, informou a Comissão Nacional de Saúde chinesa.

De acordo com as autoridades de saúde de Pequim o número total de mortos por coronavírus nas últimas 24 horas é de 97. O número total de casos confirmados é de 44.653, dos quais 2.015 foram confirmados nas últimas 24 horas em território continental chinês. As autoridades chinesas acrescentaram ainda que 451.462 pacientes foram acompanhados por terem tido contacto próximo com os infetados, dos quais 185.037 ainda estão sob observação.

O balanço ultrapassa o da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS, na sigla em inglês), que entre 2002 e 2003 causou a morte a 774 pessoas em todo o mundo, a maioria das quais na China, mas a taxa de mortalidade permanece inferior.

LEIA MAIS
Liberty Seguros encerra escritórios e avança com despedimentos

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS