China estuda limitar exportação de terras raras para EUA

A China está a estudar limitar a exportação para os Estados Unidos de terras raras, minerais vitais para a indústria tecnológica, o que poderá prejudicar o setor da Defesa norte-americano, noticia hoje o jornal britânico Financial Times.

China estuda limitar exportação de terras raras para EUA

China estuda limitar exportação de terras raras para EUA

A China está a estudar limitar a exportação para os Estados Unidos de terras raras, minerais vitais para a indústria tecnológica, o que poderá prejudicar o setor da Defesa norte-americano, noticia hoje o jornal britânico Financial Times.

A China está a estudar limitar a exportação para os Estados Unidos de terras raras, minerais vitais para a indústria tecnológica, o que poderá prejudicar o setor da Defesa norte-americano, noticia hoje o jornal britânico Financial Times.

Segundo o periódico de cariz económico, que cita fontes que participam em consultas governamentais, o Ministério da Indústria e de Tecnologias da Informação chinês propôs em janeiro passado um maior controlo na produção e exportação de 17 destes minerais, mercado que a China controla em cerca de 80%.

O FT salienta que a China está, assim, a analisar se essas restrições poderão afetar empresas europeias e norte-americanas e, em especial, se terão impacto nas tecnologias vitais para a produção de armamento sofisticado, incluindo o avião de combate “F-35′ da Força Aérea dos Estados Unidos.

Os “F-35” dependem desses minerais para alimentar o sistema de energia elétrica, assegura aquele diário económico britânico, que acrescenta que, num relatório do Congresso norte-americano, cada aparelho necessita de 417 quilogramas desses minerais.

Estas eventuais medidas de Pequim, ressalta o FT, correspondem à deterioração faz relações entre a China e os Estados Unidos, agravadas com o surgimento de uma guerra tecnológica entre os dois países.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS