Tragédia em Borba: «Se as condições de segurança o permitirem iremos iniciar uma delicada operação»

O resgate das vítimas do deslizamento ocorrido na segunda-feira em Borba vai envolver a drenagem de águas da pedreira e a utilização de equipamento para detetar viaturas submersas.

O resgate das vítimas do deslizamento de terras ocorrido na segunda-feira em Borba (Évora) vai envolver hoje a drenagem de águas da pedreira e a utilização de equipamento para detetar viaturas submersas, revelou a Proteção Civil.

LEIA MAIS: Tragédia em Borba: Presidente da Câmara diz que «nunca na vida» foi alertado para perigo da estrada

“Vamos instalar moto-bombas de grande débito, de grande capacidade, para drenar a água naquele poço e, se as condições de segurança o permitirem, iremos também iniciar uma delicada operação de desencarceramento e de desobstrução com o apoio de uma grua”, revelou o comandante distrital de Operações de Socorro de Évora (CODIS), José Ribeiro.

Em simultâneo, acrescentou o responsável, “no local” da pedreira “onde ocorreu o deslizamento mais significativo de massa”, as autoridades vão também, “durante a tarde, utilizar um equipamento de deteção, com o apoio de uma grua, que permita identificar o local onde estão as duas viaturas” submersas.

José Ribeiro, que falava em conferência de imprensa no quartel dos Bombeiros Voluntários de Borba, destacou a “complexidade” das operações em curso, sublinhando que vão ser “morosas e difíceis”.

 VEJA AINDA: Abate de estrada em Borba: Idoso desaparecido pode ser uma das vítimas

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Tragédia em Borba: «Se as condições de segurança o permitirem iremos iniciar uma delicada operação»

O resgate das vítimas do deslizamento ocorrido na segunda-feira em Borba vai envolver a drenagem de águas da pedreira e a utilização de equipamento para detetar viaturas submersas.