Os piores inimigos do fígado não são as bebidas alcoólicas

Quando se fala em alimentos que causam dano ao fígado imediatamente pensamos em bebidas alcoólicas e, de facto, fazem mossa neste órgão.

Os piores inimigos do fígado não são as bebidas alcoólicas

Os piores inimigos do fígado não são as bebidas alcoólicas

Quando se fala em alimentos que causam dano ao fígado imediatamente pensamos em bebidas alcoólicas e, de facto, fazem mossa neste órgão.

Quando se fala em alimentos que causam dano ao fígado imediatamente pensamos em bebidas alcoólicas e, de facto, fazem mossa neste órgão. Ainda assim, existem outras que fazem ainda pior e que a maioria desconhece. O fígado gordo é uma das doenças hepáticas mais comuns e pode, de facto, ser provocada pelo consumo excessivo de álcool, mas não só. Diabetes, colesterol elevado e tensão alta também estão entre os principais potenciadores desta doença do foro hepático. O principal problema está no sal.

Para ler depois
Cardiologista explica como acabar com a ansiedade
O médico Roberto Yano explicou que a ansiedade é um estado constante de alerta, uma sensação de que a qualquer momento algo de mau vai acontecer, uma angústia misturada com tensão e insegurança (… continue a ler aqui)

As sopas e caldos com demasiado sal são os principais responsáveis pelo fígado gordo. “Quantidades elevadas de sal podem causar sérios problemas ao fígado”, explica a médica Lauren Manaker. Os refrigerantes também não escapam, e isto porque as bebidas com demasiado açúcar “ajudam a acumular gordura no fígado, não é um hábito a manter.”

Já vários estudos mostraram mesmo que este tipo de bebidas são as mais associadas ao fígado gordo de origem não alcoólica. O álcool, claro, não sai ilibado desta discussão e deve também ser mencionado. Segundo a especialista, “não só pode levar ao aparecimento de fígado gordo, como acelera a progressão de quem já tem esta doença hepática.”

Foto: D.R.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS