São estas as estâncias de esqui mais baratas da Europa

Abriu a época do esqui! E como é hábito, o esqui na Europa atrai os amantes da neve de todos os níveis e origens. Seja com família, amigos ou sozinho, há muitas razões para ir até à montanha e praticar este desporto.

São estas as estâncias de esqui mais baratas da Europa

São estas as estâncias de esqui mais baratas da Europa

Abriu a época do esqui! E como é hábito, o esqui na Europa atrai os amantes da neve de todos os níveis e origens. Seja com família, amigos ou sozinho, há muitas razões para ir até à montanha e praticar este desporto.

Abriu a época do esqui! E como é hábito, o esqui na Europa atrai os amantes da neve de todos os níveis e origens. Seja com família, amigos ou sozinho, há muitas razões para ir até à montanha e praticar este desporto. Mas esta pode ser uma bastante cara. Então, quais são as estações de esqui mais baratas? E as mais caras?

A Holidu, o portal de reservas para casas de férias, decidiu realizar um estudo para determinar quais as estâncias de esqui europeias que oferecem as férias mais baratas e também as mais caras. Para o conseguir, avaliou os preços de todas as estâncias de esqui na Europa com mais de 20 km. Tudo isto para lhe proporcionar as estâncias de esqui mais económicas e as mais caras para a próxima estação de inverno. Para compilar o índice de preços do esqui, calculámos o preço médio por pessoa por dia, tanto na estação alta como na baixa, para o passe de esqui e para o alojamento. Fique atento à nossa lista e prepare-se para uma viagem épica sem precisar de fazer um buraco na carteira!

As cinco estâncias mais baratas para praticar esqui

1. Vasilitsa, Grécia | €36 (Média por pessoa por dia; passe de esqui + alojamento)

A estância de esqui europeia mais barata da nossa lista está localizada na… Grécia! Conhecido como um país tipicamente ensolarado, Vasilitsa está localizada no norte e situa-se a uma altitude de 2249m, oferecendo 16 pistas de esqui aos seus 60.000 visitantes anuais. Os 22 km de pistas estão abertos 350 dias por ano para que todos possam desfrutar do seu espantoso panorama no pico. Vasilitsa tem 7 elevadores, incluindo elevadores de crianças, tornando a estância de esqui facilmente acessível às famílias.

Área total de Esqui: 22 km

2. Gresse en Vercors, França | €38

Sem surpresas, França aparece no topo da nossa lista. De facto, o país da Europa Ocidental tem oficialmente as estâncias de esqui mais baratas da Europa. Gresse en Vercors, situada na região dos Alpes franceses, perto da cidade de Grenoble, é a próxima na nossa classificação. Criada em 1965, a estação conta actualmente com 26 pistas de esqui (incluindo 9 para principiantes) espalhadas pelos seus 20 km. A cidade oferece vistas espantosas sobre Vercors e sobre as suas montanhas de cortar a respiração.

Área total de Esqui: 20 km

3. Seyne – Le Grand Puy, França | €39

Seyne – Le Grand Puy é uma pequena estância de esqui situada perto da fronteira montanhosa entre a França e a Itália. Todo o domínio está espalhado por 22 km de pistas de esqui em descida e desde famílias a grupos de amigos, esta estância de esqui parece ser apreciada por todos. Este local situa-se entre 1400 e 1800m acima do nível do mar, servido por cinco elevadores de mais de 170 hectares. Seyne – Le Grand Puy está adaptado a todos os esquiadores, com uma pista verde, duas azuis, cinco vermelhas e três pretas.

Área total de Esqui: 22 km

4. Autrans – La Sure, France | €39

Perto da cidade francesa de Grenoble está a Autrans – La Sure, a quarta na nossa lista dos destinos de esqui mais baratos da Europa. A estância de esqui oferece 20 km de pistas dedicadas ao esqui e ao snowboard a mais de 1200 m de altitude. Os elevadores da estação (7 no total) guiam todos os visitantes para as 21 pistas acessíveis a principiantes e esquiadores avançados. A estação de esqui em redor desta área começa, geralmente, por volta do final de Novembro e termina no início de Abril, durante esse período a estação abre às 9 da manhã e fecha às 17 horas, mas pode mudar com base em feriados, condições meteorológicas e férias escolares.

Área total de Esqui: 20 km

5. Artouste – Laruns, France | €40

Artouste é uma estância de esqui atípica do lado francês dos Pirinéus, apenas 12 km separa a cidade da fronteira com Espanha. Artouste oferece uma variedade de actividades desde o inverno até ao verão para todo o tipo de paragens turísticas na região. Os seus 2000 metros de altitude sobrevoam o impressionante domínio animado durante todo o ano pelos visitantes, quer venham esquiar ou apanhar o pequeno comboio amarelo único para atravessar as montanhas. O comboio da Artouse é a principal atração da região e dá aos seus passageiros a oportunidade de ver os deslumbrantes panoramas a partir de uma boa altitude.

Os cinco destinos mais caros para esquiar

1. Zermatt, Suíça | €248 (Média por pessoa por dia; passe de esqui + alojamento)

Para descobrir a estância de esqui mais cara da Europa, vamos visitar o sul da Suíça. Zermatt, elevada a quase 1700 metros do nível do mar, é uma cidade suíça de apenas 5000 habitantes localizada na confluência dos Alpes suíço e italiano. No coração do Valais, Zermatt exibe um atributo surpreendente, de facto, o seu famoso pico em forma de pirâmide Matterhorn torna o cenário definitivamente digno de Instagram. A estância de esqui oferece 322 km de pistas de esqui, snowboard, caminhadas, patinagem no gelo, curling e muito mais. A rua principal da cidade, Bahnhofstrasse, está repleta de lojas, hotéis e restaurantes, e tem também uma cena de esqui de avental.

Área total de Esqui: 322 km

2. Eggli/La Videmanette – Gstaad/Saanen/Rougemont, Switzerland | €231

A medalha de prata na nossa lista não é surpresa pois também é na Suíça. Com 58 km de encostas, as montanhas Eggli e Videmanette vêm em segundo lugar para os locais mais caros para esquiar na Europa. Conhecido para os entendidos do esqui, Eggli/La Videmanette concentra-se mais em pistas perfeitamente preparadas do que no tamanho. Com gôndolas modernas, novos restaurantes e eventos variados como o tobogã à noite emparelhados com um jantar gourmet. Se o luxo é o que procura, este é o lugar para si.

Área total de Esqui: 58 km

3. Verbier/La Tzoumaz, Switzerland | €229

De seguida na nossa lista, encontra-se La Tzoumaz, localizada na encosta norte de Verbier, com vista para o Vale do Ródano, na Suíça. Esta estância de esqui é conhecida pelas pistas de esqui ‚fora de pista‘ e tem vistas verdadeiramente pitorescas sobre a montanha. Com 200 km de pistas e uma altitude de 2200 metros, Verbier/La Tzoumaz oferece condições perfeitas de neve e vistas deslumbrantes. Há pistas para todos os níveis, e ofertas únicas desde percursos de obstáculos a pistas de tobogã.

Área total de Esqui: 200 km

4. Obergurgl-Hochgurgl, Áustria | €214

Em 4.º na nossa lista e a única localização não suíça no nosso top 5 é Obergurgl-Hochgurgl, na Áustria. Obergurgl-Hochgurgl é conhecido como o “diamante dos Alpes”, e é fácil de perceber o porquê de estar no nosso top 5 dos lugares mais caros para esquiar na Europa. Com 3000 metros de altura e 108 km de declives, estas montanhas cobertas de neve deixá-lo-ão sem palavras. Os esquiadores que querem uma experiência de esqui de alta qualidade e que estão dispostos a gastar um pouco mais, aqui encontrarão o destino ideal.

Área total de Esqui: 108 km

5. St. Moritz – Corviglia, Switzerland | €193

Em quinto lugar, encontramos St. Moritz em Corviglia, Suíça, com as suas famosas encostas, que têm grande destaque tanto no Campeonato do Mundo como nos Jogos Olímpicos. St. Moritz, em Corviglia, é conhecida como uma das principais áreas de desporto de neve do mundo. Com 163 km de encostas, há algo para todos, desde os entusiastas do esqui até aos principiantes. St. Moritz também o surpreenderá com experiências únicas, como safaris de esqui e ioga na neve.

Área total de Esqui: 163 km

Impala Instagram


RELACIONADOS