Natal: 4 em cada 5 pais gostavam que esta quadra fosse celebrada sem telemóveis

Pais revelam-se dispostos a celebrar o Natal sem smartphones e assumem que filhos queixam-se do tempo que passam agarrados aos telemóveis.

Natal: 4 em cada 5 pais gostavam que esta quadra fosse celebrada sem telemóveis

Natal: 4 em cada 5 pais gostavam que esta quadra fosse celebrada sem telemóveis

Pais revelam-se dispostos a celebrar o Natal sem smartphones e assumem que filhos queixam-se do tempo que passam agarrados aos telemóveis.

Natal é sinónimo de convívio familiar. Sendo que vivemos numa era cada vez mais tecnológica, acaba por ser complicado, para alguns pais, fazer com que exista um equilíbrio entre o convívio à volta da mesa e os tempos passados a mexer em smartphones e tablets. Aliás, de acordo com um estudo, 4 em cada 5 pais gostavam que o Natal fosse celebrado sem tecnologia.

Leia depois
Preparado para o choque? Descubra quantas calorias têm os doces que come no Natal
Do bolo-rei aos sonhos, passando pelas filhoses e coscorões, existem vários doces típicos do Natal. E se não lhes resiste, fique a saber quantas calorias estão escondidas nas tentações natalícias (… continue a ler aqui)

O estudo, realizado pela OnePoll a pedido da Groupon, mostra que 80% dos 2.000 pais norte-americanos gostava que a data fosse festejada sem recurso a gadgets. Por outro lado, 72% dos inquiridos assumem que têm o hábito de pegar no smartphone antes de abrir qualquer presente na manhã de Natal. E desenganem-se aqueles que pensam que a culpa é das crianças. É que 86% dos pais contam que os filhos queixaram-se do tempo que passaram a mexer nos telemóveis e afins. Além disso, 53% dos entrevistados assumem que perderam um momento importante dos filhos por estarem a mexer nos smartphones. Sendo que 43% não esconde que passa mais tempo a mexer no telemóvel no Natal do que num dia normal.

86% dos pais contam que os filhos queixaram-se do tempo que passaram a mexer nos telemóveis

O estudo mostra que os pais passam, em média, quatro horas por dia e mexer no telemóvel na altura do Natal. Perante os números, os pais entendem que está na hora de mudar. 55% estão dispostos a passar este Natal sem dispositivos digitais. 53% garantem estar dispostos a abdicar do mundo virtual para passar mais tempo com a família. 51% querem estar mais presentes enquanto 50% deseja realizar atividades em conjunto. Outro dos motivos para abdicar dos gadgets é estar envolvido no espírito desta época em família (38%).

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS