Dirty John. A verdadeira história do homem que aterrorizou centenas de mulheres

ALERTA. ESTE ARTIGO CONTÉM SPOILERS

Dirty John. A verdadeira história do homem que aterrorizou centenas de mulheres

ALERTA. ESTE ARTIGO CONTÉM SPOILERS

Está disponível na Netflix desde dia 14 (ironia de dia dos namorados) e tem colado as pessoas ao ecrã. John, que começa por ser um romântico atencioso, acaba por se mostrar ser Dirty John (John desonesto). O suspense conta a história do carismático John Meehan, e do seu romance turbulento com Debra Newell. E, na realidade, tudo aconteceu apenas há cinco anos. Uma história real de enganos e terror mental que quase destruiu uma família.

A série, criada por  Alexandra Cunningham, é inspirada no podcast do jornalista Christopher Goffard, que cobriu a história para o L.A. Times. Debra conheceu John Meehan (Eric Bana) num site de encontros e mergulhou (rápido demais) num relacionamento com o homem. A família mostrou-se contra mas o encantamento era tal que a designer de interiores ignorou os alertas.

Na série da Netflix, são utilizados nomes diferentes para a filha mais velha de Debra, Jacquelyn, e para o sobrinho, Shad. No entanto, a história é muito próxima da realidade. John era apelidado de Dirty pelos amigos da faculdade devido ao seu historial com mulheres e ao seu comportamento criminal. Já no final dos anos 1980, Meehan tinha um cadastro composto com golpes, trágico de drogas e queixas de mulheres a quem extorquía dinheiro.

Tudo o que John sabe sobre esquemas, aprendeu com o pai.  O homem que criou John e a irmã Karen era mestre em sacar dinheiro a inocentes através de esquemas e para tal até usava os filhos. Num dos episódios, é contada a história de como o progenitor de John o obrigou a colocar vidro dentro de uma sandes e comê-la para extorquir dinheiro ao dono do restaurante. Também saltava para a frente de carros e era atropelado para ganhar acordos legais. John seguiu os seus passos e tornou-se um manipulador.

Já com um esquema em vista, John conheceu a anestesista Tonia Sells e casaram-se. John estudou e esforçou-se por ter a mesma profissão que a mulher

Meehan teve duas filhas com Tonia e ela só descobriu o passado conturbado do marido quando se apercebeu que este andava a roubar analgésicos dos hospitais onde trabalhava. Meehan acaba por perder o trabalho e vai preso. Mas não sem antes ter aterrorizado a mãe das filhas. É libertado aos 55, após 17 meses na prisão e sem casa nem dinheiro, acaba por ir viver numa caravana da irmã e sobrevive com pequenos golpes. Inscrito em vários sites de encontros, vai extorquindo mulheres até conhecer Debra, uma mulher com posses financeiras.

Quando se conhecem, ele com 55 e ela com 59, cada um tem um passado complicado. Em março de 1984, Debra viveu um episódio traumático. O cunhado, Billy Vickers, matou a sua irmã mais velha, Cindi, com um tiro. No julgamento, a mãe, Arlane Hart, que era profundamente religiosa, testemunhou a favor do assassino da filha. Billy foi condenado apenas a dois anos de prisão. Após a morte da irmã, Debra passou a tomar conta do sobrinho de 11 anos, Shad.

Debra, que já se tinha divorciado quatro vezes, tem três filhas e um filho. No primeiro encontro, John apresentou-se como anestesista que esteve no Iraque um ano nos Médicos sem Fronteiras. No terceiro encontro, disse que a amava e dois meses depois – e apesar das desconfianças da família –casaram-se em Las Vegas. Mas não contaram a ninguém. Mesmo quando se mudaram para uma casa (paga por Debra) em Newport Beach, não era claro para a família de que viviam juntos.

As filhas de Debra sempre desaprovaram a relação e começaram a investigar o passado de John mas Debra só abriu os olhos quando a filha e o sobrinho contrataram uma detective privada. Com o afastamento da mulher, John mostrou o seu pior lado. Perseguiu-a, ameaçou-a,  enviou fotos dela nua para a lista de contactos e até lhe incendiou o carro.

«Dei-me conta que era a sua mais recente vítima», contou Debra à NBC News.

Nos últimos meses de vida de John – que acabaria por morrer de forma trágica – infernizou a vida das filhas de Debra. No trágico dia da sua morte, John aproximou-se por detrás de Terra, a filha mais nova de Debra, e disse-lhe : «Lembras-te de mim?». Tentou enfiá-la dentro da mala do carro e tentou esfaqueá-la. Terra conseguiu morde-lo e defender-se colocando a mala como escudo entre a faca e o seu corpo e quando a arma branca caiu no chão, ao lado da sua mão, foi ela quem o esfaqueou na cabeça.

«Pensei que era ele ou eu», contou. John morreu dias depois no hospital. Terra acabou por não ser julgada pela morte do homem uma vez que a acusação decidiu que esta agiu em defesa própria.

O final violento do encontro entre a família Newell e Meehan é real – embora com algumas diferenças na luta final entre o Dirty John e Terra Newell, a filha mais nova de Debra.

Na Netflix, estão disponíveis tanto a série como o documentário com os testemunhos reais.

O que é feito das filhas de John?

Emily e Abigail Meehan são filhas de John Meehan e apesar do desfecho fatal para o pai, não guardam rancor de Terra e até já se conheceram.

«Ela disse-me que se sentia culpada por ter feito o que fez e eu disse que estava tudo bem e que estávamos felizes por ele já não estar entre nós», disse Abby.

As irmãs também conheceram Debra, que as visitou com a filha mais nova, quem acabou por matar John.

Já está garantida uma segunda temporada

Depois do sucesso da primeira temporada, a segunda já está garantida mas vai contar uma nova história. Será produzida por Mark Herzog, Christopher G. Cowen e Alexandra Cunningham, de Desperate Housewives.

 

LEIA MAIS

Rapaz quer processar clínica por ter feito aborto à namorada

Violência doméstica: Governo estuda maior nível de especialização nos tribunais

Cristiano Ronaldo fica no banco de suplentes frente à Udinese

Impala Instagram


RELACIONADOS