O que aconteceu a Alex Skeel, o jovem torturado pela namorada durante 5 anos?

Alex foi abusado mental e psicologicamente pela namorada durante cinco anos. Pelo meio, tiveram dois filhos

O que aconteceu a Alex Skeel, o jovem torturado pela namorada durante 5 anos?

O que aconteceu a Alex Skeel, o jovem torturado pela namorada durante 5 anos?

Alex foi abusado mental e psicologicamente pela namorada durante cinco anos. Pelo meio, tiveram dois filhos

Alex Skeel decidiu contar a sua história de forma a que outros homens, que passem pelo mesmo inferno que este viveu, ganhem coragem para se libertar da violência. Num documentário intitulado de Abused Bt My Girlfriend (em português, Abusado pela minha namorada), Alex conta a sua história traumatizante. «Só vais melhorar se falares sobre o assunto», diz no documentário da BBC, de forma a incentivar outros a saírem de casos de violência.

Jordan Worth, a namorada abusadora, é descrita como alguém que veio do seio de uma família carinhosa. Tinha ótimas notas na escola e licenciou-se em artes na Universidade de Hertfordshire, tendo em vista tornar-se professora. A jovem, de 22 anos, esteve sempre envolvida em projetos de voluntariado. Angariou dinheiro para animais abandonados e para as crianças em África.

Quando esta se aproximou de Alex e iniciaram relação, a família da vítima estava longe de imaginar o que esta se viria a tornar. Conheceram-se numa festa de amigos em 2012 (quando ambos tinham 16 anos) e rapidamente estreitaram relação. Alex nunca tinha «ligado a raparigas», e tanto os amigos como a família deste estavam encantados com Jordan. No documentário, Alex mostra uma tatuagem que tem com o nome dela.

«Ela mostrou real interesse em mim», diz. Os amigos dizem que Jordan era «calada, tímida e amorosa».

Rapidamente vão viver juntos e ela começa a controlar todos os aspectos da vida do jovem. Reclamava da cor das camisas, dos sapatos, dos amigos… Após esta envergonhar uma amiga da família de Alex, por ciúmes, e de lhe tirar o telemóvel, ele deixa-a. A família e amigos respiram de alívio mas estes voltam a encontrar-se quando ela revela estar grávida. A mãe de Alex até a obrigou a fazer um teste de gravidez.

Um ano depois, Jordan envia uma mensagem à mãe de Alex, perguntando-lhe se ela queria conhecer o neto. Convencido de que a maternidade a tinha mudado, o pai da criança decidiu dar uma hipótese à relação em prol da família que acabava de se formar.

Mas a casa onde viviam em Bedfordshire, escondia terrores que a família não imaginava.

Espancado com martelos e deixado à fome

Controlando todos os aspectos da vida do namorado, Worth impedia-o de falar com a família e amigos, e começou a agredi-lo. Os espancamentos começaram a ser com martelos e objetos pesados, até as agressões envolverem água a ferver e facas de cozinha.

Jordan, a namorada de Alex Skeel
Jordan, a namorada de Alex Skeel

Obrigou-o a dormir no chão durante nove meses, onde ficava ela com o primeiro filho, e impedia-o de comer. Jordan mantinha-o em silêncio ameaçando-o de o atropelar e até matar. Alex diz que aguentou tudo em prol dos filhos, por temer que ela virasse as agressões para os pequenos.

Nesta fase, Alex já não mantinha contacto com a família. A mãe não o viu durante dois anos.  No documentário, vê-se o avô a mostrar a mensagem de aniversário que enviou ao neto. Como resposta, recebeu outra que pedia que este não o contactasse mais. Esta mensagem foi enviada por Jordan, numa tentativa de manter a família afastada.

Com o anúncio da segunda gravidez, Jordan decide arranjar um trabalho. Pouco depois, ela obriga-o a desistir «porque não era bom o suficiente». Nesta fase, Jordan entra na universidade. Obriga o namorado a acompanhá-la todos os dias, dizendo que se ele ficasse sozinho em casa ia a correr para os pais.

Alex vê-se preso numa relação violenta, sem dinheiro, e sem carta. Jordan já tinha até comprado um detetor de mentiras, tal era o nível de controlo. Com o nascimento da segunda filha, o rapaz achou que seria desta que ia ver mudanças no comportamento da namorada.

«Durou apenas três dias», recorda.  O caso começa a receber atenção quando os vizinhos chamam a polícia depois de ouvirem gritos de dor. Quando as autoridades chegaram, Alex e Jordan disseram ter sido ele a auto mutilar-se.

«Havia sangue por todo o lado», recorda o polícia, que relata ter encontrado uma faca de cortar pão no quarto.

O caso só tem uma reviravolta quando o polícia que o assistiu da primeira vez, Ed Finn, insiste no caso e volta lá a casa. Nesse dia, tenta levara Alex a confessar os maus tratos mas ele nunca admite. O polícia não arreda pé e leva Alex para um hospital. É aí que os médicos lhe dizem que ele tem apenas 10 dias de vida.

O mesmo polícia volta à casa onde as agressões aconteciam e prende Jordan.

«Ele salvou a minha vida. Sentou-me no carro de patrulha e disse:’Eu sei o que se está a passar. Não saímos daqui enquanto não me disseres a verdade’», recorda Alex.

Alex acabou por se mudar para casa dos pais, onde vive com os dois filhos. Alex recuperou os amigos de quem se afastara durante anos e diz no documentário que quando Jordan foi presa, foi o dia em que se sentiu mais livre na vida. «Podia olhar por cima do ombro pela primeira vez em cinco anos sem me preocupar», diz no documentário da BBC.

Alex contou a sua história para libertar outra pessoas que sofram do mesmo tipo de violência

Jordan foi a primeira mulher a ser condenada por violência doméstica no Reino Unido

Jordan acabou por ser condenada a 7 anos de prisão em abril de 2018. Admitiu comportamentos coercivos e controladores e tornou-se na primeira mulher a ser condenada por violência doméstica no Reino Unido

Nos vídeos dos interrogatórios, Jordan mostra-se sempre preocupada com o namorado, diz que o ama, e nega as acusações. Diz que ele anda «chateado» por terem tudo o que sempre quiseram e mesmo assim não serem felizes.

Quando as autoridades lhe dizem que ele está feliz por estar de novo com a família, ela diz não acreditar, uma vez que ele afirmava odiar toda a gente.

LEIA MAIS

Autoridade Marítima alerta para agravamento do estado do mar nos Açores

Shakira acusada de 6 crimes de fraude fiscal

Georgina vai gerir clínica de implantes capilares de Ronaldo

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS