Colar de pérolas. Dos clássicos aos mais irreverentes, conheça a história deste acessório

O colar de pérolas é um clássico que nunca sai de moda e é, inclusivamente, um acessório que nem a Rainha Isabel II dispensa! Saiba mais sobre a história desta joia e como a usar.

Colar de pérolas. Dos clássicos aos mais irreverentes, conheça a história deste acessório

Colar de pérolas. Dos clássicos aos mais irreverentes, conheça a história deste acessório

O colar de pérolas é um clássico que nunca sai de moda e é, inclusivamente, um acessório que nem a Rainha Isabel II dispensa! Saiba mais sobre a história desta joia e como a usar.

Os colares de pérolas são um clássico que nunca sai de moda: é sempre tendência. Mas a verdade é que a história não é muito conhecida nem os vários tipos.  Hoje em dia as pérolas são usadas de variadíssimas formas e, por isso, alcançam todos os gostos.  As pérolas são as gemas (termo da minerologia) usadas há mais tempo. Antigamente chegou a ser uma das jóias mais caras do mundo porque era difícil de a ter. Mas como nasceu esta moda?

Conheça 4 alimentos altamente cancerígenos e fuja deles
A nutricionista Thaiz Brito elaborou uma lista com quatro alimentos e bebidas que devem parar já de consumir (… continue a ler aqui)

História da Pérola

O nome da pérola vem do latim “pirla” que significa lágrima e chegou mesmo a ser relacionada ao amor. Por serem difíceis de adquirir, eram utilizadas especialmente pela nobreza europeia. Além disso, chegou a ser proibido por lei, para quem não fosse nobre. Ao ser rara, produziam-se poucas unidades e, por isso, todas deveriam pertencer à nobreza. Inclusivamente também se usavam roupas adornadas com pérolas e, na monarquia inglesa, a Era Tudor, século XVI, ficou conhecida como a Era das Pérolas.

O clássico colar de pérolas

Com o passar do tempo, foi cada vez mais fácil de extrair a pérola das ostras e a revolução francesa aboliu as leis que garantiam a exclusividade desses produtos para os nobres. Nesta altura, passou a ser usada como presente de noivado. Relacionada com pureza e bondade, foi associada à figura materna. No início do século XX, os asiáticos começaram a explorar ostras de forma comercial, iniciando o uso de pérolas cultivadas.

Mas de onde vêm as pérolas?

As gemas são formadas dentro das ostras que produzem uma substância chamada de nácar para proteger-se de corpos estranhos. O nácar é formado por calcário, aragonita e outros materiais orgânicos que compõem a concha. É essa mistura que forma as pérolas com o brilho como tão bem conhecemos. A verdade é que apesar da substância branca solidificar-se rapidamente, pode demorar muito até que se forme a pérola.

Diferença entre pérolas naturais e cultivadas

As pérolas naturais são as que são formadas dentro das outras sem mão humana. As cultivadas são feitas com interferência humana, ou seja, quando se insere uma madrepérola no interior da concha. Mesmo assim, é possível que ocorram erros porque podem apresentar baixa qualidade.

Vários tipos de pérolas

Dependendo do lugar onde a madrepérola é inserida a pérola fica com diferentes formatos.

  • Redonda: Modelo mais clássico! Existem algumas das gemas que ficam praticamente redondas, mas não são totalmente perfeitas pois são produzidas no interior de um organismo vivo.
  • Gota: O nácar cria uma forma quase perfeitamente simétrica de uma gota.
  • Semibarroca ou barroca: Se a cobertura da pérola é irregular e, por isso, não simétrica, consideram-se barrocas ou semibarrocas.
  • Oval: As ovais são simétricas, só que as laterais são mais alongadas e achatadas.

Como usar colar de pérolas

O colar de pérolas é muito fácil de conjugar e, ao contrário do que se costuma pensar, não é sinónimo de um estilo mais antiquado.

  • Sobreponha colares: Sobrepor colares e fios está cada vez mais na moda e cria um visual mais para o dia a dia.
  • Pendente:  Os pendentes de pérola para colocar noutros colares ou fios dá um toque clássico e bastante confortável para quem não gosta de ver o colar de pérolas completo. Os pendentes mais pequenos são melhores se quiser acrescentar apenas o pormenor.
  • Pulseira/ brincos: Usar pérolas não significa que seja só nos colares. Experimente conjugar também brincos ou pulseiras com o pormenor das pérolas.

Acessório que nem a Rainha Isabel II dispensa

Um dos elementos que mais caracteriza o visual da Rainha Isabel II é exactamente o colar de pérolas que é sempre usado em eventos importantes. Além disso, tanto no seu casamento, como no funeral do marido, o colar não foi dispensado.

A verdade é que segundo a People, esta tendência tem origem numa tradição familiar de centenas de anos e todas as rainhas usaram pérolas. Além disso, a nível de etiqueta devem usar-se pérolas durante o dia e diamantes apenas a partir das 18 horas.

Nesta revista é ainda relevado que a rainha Vitória dava pérolas às filhas e netas todos os anos para que aos 18 anos conseguissem ter pérolas suficientes para um colar. Os pais da Rainha Isabel II, davam-lhe também duas pérolas por aniversário, mas, para além disso, recebeu um colar completo pela sua coroação em 1937.

Texto: Maria Constança Castanheira; Fotos: Reuters e Casa Real britânica

 

Impala Instagram


RELACIONADOS