Airbnb procura voluntários para expedição à Antártida com tudo pago

Os cinco voluntários selecionados vão recolher amostras de neve e estudar de que forma é que os microplásticos chegaram ao interior da Antártida.

Airbnb procura voluntários para expedição à Antártida com tudo pago

Os cinco voluntários selecionados vão recolher amostras de neve e estudar de que forma é que os microplásticos chegaram ao interior da Antártida.

A Airbnb e a Ocean Conservancy anunciaram hoje o programa Sabática na Antártida, uma oportunidade única, sem precedentes, para cinco pessoas a quem interesse a ideia de viajar, em dezembro, para o continente mais remoto do Planeta e juntarem-se à cientista antártica, Kirstie Jones-Williams, numa missão de pesquisa científica nunca antes feita.

LEIA DEPOIS: Previsão do tempo para esta quarta-feira

Período sabático é consciencializar a população sobre o impacto dos seres humanos no clima de um dos ecossistemas menos estudados e mais isolados do mundo. Ao perceberem o impacto da poluição de plástico produzida noutros continentes, os
voluntários vão poder ajudar o resto do mundo a compreender melhor de que forma se pode proteger a Antártida e o planeta.

Expedição terá duração de um mês

Expedição terá a duração de um mês e irá realizar-se da seguinte forma: os voluntários vão participar numa formação intensiva em Punta Arenas, no Chile, onde vão ter uma preparação através de cursos de Glaciologia e recolha de amostras, bem como de trabalho de laboratório e do manuseamento de equipamentos; depois, vão voar para a Antártida, para iniciar a missão científica. Vão aterrar numa pista de gelo azul natural, localizada no interior do continente, onde vai desenvolver-se a investigação; vão recolher amostras de neve do interior da Antártida e estudar microfibras estranhas, para determinar quão longe têm viajado os resíduos e a contaminação por todo o planeta; vão ter a oportunidade de visitar o Polo Sul, onde vão dar a volta ao mundo em apenas alguns passos; também vão ter a oportunidade de explorar a beleza de alguns lugares emblemáticos da Antártida, como a Drake Icefall, Charles Peak WindScoop e o Elephant’s Head, para saber mais sobre a geografia do continente e por fim, vão regressar ao Chile, para continuarem a estudar as suas descobertas e onde vão trabalhar com a Ocean Conservancy, para incentivar a proteção dos oceanos e, através de recomendações à comunidade Airbnb e a outros grupos, ajudar a minimizar a pegada de plástico no mundo.

Airbnb oferece opção de viajar de forma sustentável

A Airbnb compromete-se a oferecer à sua comunidade a opção de viajar de forma sustentável durante toda a sua estadia. Neste sentido, a Airbnb vai colaborar com a Ocean Conservancy para poder utilizar os resultados da Expedição “Um período sabático na Antártida”, com o objetivo de continuar a aprender e a defender a proteção do meio ambiente. A Airbnb também está a desenvolver uma avaliação para medir e compreender o impacto da sua atividade no meio ambiente e descobrir soluções para a redução da sua pegada. Estas são iniciativas que estabelecem as bases dos compromissos que vão ser adotados no futuro e do objetivo de se tornarem líderes em viagens sustentáveis.

LEIA MAIS

Falência da Thomas Cook: Turismo do Algarve apoia regresso a casa de 500 turistas

Filho de Rosa Grilo desmente versão da mãe sobre os angolanos

 

Impala Instagram


RELACIONADOS