Luís Sanchez conta tudo sobre a morte de João Branco: «Ele atirou-se da janela do quarto»

João Branco, um dos elementos da dupla, Storytailors, decidiu por fim à vida em dezembro de 2018. Luís Sanchez, o companheiro do estilista fala agora do episódio trágico

Luís Sanchez conta tudo sobre a morte de João Branco: «Ele atirou-se da janela do quarto»

João Branco, um dos elementos da dupla, Storytailors, decidiu por fim à vida em dezembro de 2018. Luís Sanchez, o companheiro do estilista fala agora do episódio trágico

Passaram-se três meses desde a morte de João Branco, que perdeu a vida a 17 de dezembro de 2018, e só agora Luís Sanchez conseguiu falar abertamente sobre tudo o que aconteceu.

Numa entrevista intimista à revista VOGUE, o companheiro de João Branco revelou como tudo aconteceu naquele fatídico dia do mês de dezembro. «Nesse dia ele tinha ido a casa da mãe apanhar o nosso jantar. Saiu de casa e eu fiquei lá a resolver algumas coisas do trabalho. Passado uma meia hora recebo uma mensagem dele a dizer: «amo-te» e tinha um coração e eu achei aquilo estranho porque nós não partilhamos muito esse tipo de mensagens, dizemos mais facilmente pessoalmente ou através dos gestos, do que por mensagens, e achei estranho receber essa mensagem e pensei ‘mas ele mandou-me isto quando?’.»

Luís chega mesmo a confessar que ficou um bocado baralhado com a mensagem que recebeu do namorado, mas que ainda lhe chegou a responder, mas sem sucesso. «Fiquei um pouco baralhado. Naquele minuto eu respondi-lhe com corações e percebi que as mensagens não estavam a ser enviadas e comecei a ficar um pouco preocupado, pensei: «é impossível ter ficado sem bateria» e ele tinha sempre a preocupação de ter de estar contactável. Eu continuei no ‘chat’ e depois nesse preciso momento tive um feeling de que ele estaria a chegar a casa porque ouvi um carro e passados uns três minutos vi que ele não subia, fiquei a pensar no que tinha acontecido.»

Foi por causa de uma atitude estranha da irmã de João que Luís ficou com o coração apertado e a pensar que algo tinha acontecido.

«No meio disto oiço a irmã dele, que é nossa vizinha, a sair à pressa de casa e depois recebo um telefonema, do telemóvel da mãe dele, foi uma situação estranha, e penso: «porque é que ele me está a ligar do telemóvel da mãe?» e eu atendo e era o tio dele, que é vizinho da mãe a dizer: «Luís, estou a ligar não com uma boa notícia, aconteceu uma tragédia», passou-me logo tudo pela cabeça [nada relacionado com João] e ele disse: «não tenho outra forma de dar esta notícia mas o Miguel suicidou-se» e eu nesse momento não quis acreditar e comecei logo a perguntar como tinha acontecido.»

«Vemos a vida em forma de filme e tentamos acreditar que aquilo não é real»

Continue a ler a notícia aqui

LEIA MAIS

Previsão do tempo para terça-feira, 19 de março

Três mortos confirmados no tiroteio na Holanda. Suspeito continua em fuga [fotos]

Família de atirador pede desculpa: «Só nos apetece esconder em casa»

Corpos das vítimas vão ser entregues às famílias a partir de hoje

As 48 perguntas da PJ às quais Kate McCann nunca quis responder

Impala Instagram


RELACIONADOS