Jornalista da RTP Dina Aguiar abre jogo sobre fim de carreira: “Sou obrigada a reformar-me”

Dina Aguiar fala sobre o fim da carreira a Cláudio Ramos e a Maria Botelho Moniz do “Dois às 10”, da TVI. A jornalista da RTP1 confessou-se em direto: “Só posso trabalhar até aos 70 anos. Falta-me um ano e meio”.

Jornalista da RTP Dina Aguiar abre jogo sobre fim de carreira: “Sou obrigada a reformar-me”

Dina Aguiar fala sobre o fim da carreira a Cláudio Ramos e a Maria Botelho Moniz do “Dois às 10”, da TVI. A jornalista da RTP1 confessou-se em direto: “Só posso trabalhar até aos 70 anos. Falta-me um ano e meio”.

Dina Aguiar, de 68 anos, conta com mais de 40 anos de experiência em televisão e marcou presença no “Dois às 10”, da TVI, esta sexta-feira, 30 de julho. A jornalista da RTP1 esteve à conversa com Cláudio Ramos e Maria Botelho Moniz e falou sobre o fim da sua carreira.  “Eu tenho que largar, não é que eu queira. Só posso trabalhar até aos 70 anos. Falta-me um ano e meio. Eu acho que sou obrigada a reformar-me”, começou por dizer em direto. Porém, Dina Aguiar tem a possibilidade de estender o prazo e adiar a reforma: “No entanto, poderá haver um pedido excecional de mais cinco anos, mas não conheço a lei”, confessou.

Durante a conversa, a pivô da estação pública relembrou que tudo na vida são oportunidades: “A minha filosofia de vida, que aprendi ao longo destes 68 anos, sobretudo quando começo a ter consciência de mim, temos que fazer o que gostamos na vida. As pessoas podem ser podres, não terem dinheiro, não ter uma profissão que gostam, mas a vida vai-nos trazendo oportunidades e nós temos de saber olhar para elas”.  E recordou a altura em que deixou de apresentar o “Telejornal”. “Eu preciso de dar lugar aos outros. A nossa vida deveria ser uma evolução constante, ao nível da aprendizagem, tomada de consciência, da experiência. Se nós fizermos isso, vamos estar cada vez mais realizados e vamos chegar ao fim dos nossos dias e vamos dizer: fogo, cumprimos”, assegurou.

Dina Aguiar sobre a sua profissão: “É uma escolha divina”

No programa matutino, o rosto da estação pública assumiu-se como uma pessoa espiritual e acredita que enveredar pelo jornalismo era algo que lhe estava destinado: “É uma escolha divina”.
“Eu sinto que a minha ligação à televisão, que não estava nos meus sonhos, nunca pensei que a televisão me estivesse acessível, estava destinada”, confidenciou.

Dina Aguiar entrou para a RTP em 1978, tendo começado logo na apresentação da “Informação 2”, em parceria com António Mega Ferreira e José Júdice. Posteriormente assumiu o “Telejornal”, onde esteve mais de uma década. Também fez parte dos programas “O País Real”, “País, País”, “Regiões” e “Portugal em Direto”.  Com um vínculo laboral de 34 anos, é a jornalista com mais tempo de antena na RTP1.

Texto: Carolina Sousa; Fotos: Divulgação TVI e Redes Sociais

VEJA AGORA:
Herman José
Herman José provoca Clara de Sousa e deixa um aviso
Herman José desafia e provoca Clara de Sousa ao recordar a queda monumental com Alexandra Lencastre que marcou a história dos Globos de Ouro. “Estás intimada”, disse o rosto da RTP1 (…continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS