ÚLTIMA HORA: Incêndio ataca aldeia dos avós de Rita Pereira

Incêndio deflagra em Palveirinho, Castelo Branco. Trata-se da aldeia onde Rita Pereira passou a infância, em casa dos avós, Piedade e Januário.

ÚLTIMA HORA: Incêndio ataca aldeia dos avós de Rita Pereira

Incêndio deflagra em Palveirinho, Castelo Branco. Trata-se da aldeia onde Rita Pereira passou a infância, em casa dos avós, Piedade e Januário.

Um incêndio deflagra em Palveirinho, na freguesia de Salgueiro do Campo, em Castelo Branco, durante o início da tarde desta quinta-feira, dia 2 de agosto. Trata-se da aldeia onde Rita Pereira passou a infância, em casa dos avós, Piedade e Januário.

Sete meios aéreos e 103 bombeiros apoiados por 23 viaturas estão no local a combater as chamas. O alerta do fogo foi dado às autoridades às 14h58. Até ao momento, ainda não foram registadas quaisquer vítimas ou assinaladas casas em perigo.

LEIA MAIS: Cão que resgatou vítimas de terremoto da Itália morre envenenado [vídeo]

As altas temperaturas estão a dificultar o trabalho dos bombeiros. De acordo com o site de meteorologia sat24, estão cerca de 47ºC no local do incêndio.

Castelo Branco é um dos distritos com elevado risco de incêndio durante a vaga de calor que assola o nosso país.

Casa onde Rita Pereira brincava na infância, e onde ainda voltava para mimar os avós, está fechada

A casa onde Rita Pereira brincava na infância, e onde ainda voltava para mimar os avós, está fechada. Na aldeia onde viviam Piedade e Januário, a atriz não é vista há um ano.

Nessa altura, há cinco anos, a avó terá sido hospitalizada e os Pereira terão decidido que era altura de todos estarem mais perto da família. «Foram para outra terra», onde vive outra parte da família, «há um ano», conta-nos um antigo vizinho, «por causa de um susto» que levou a avó de Rita ao hospital.

«Sentiu-se mal, esteve hospitalizada» e foi transferida para um lar, completa a fonte. Esta unidade, onde Piedade pode receber cuidados continuados, fica na aldeia onde a família tem vários negócios. «Quiseram ficar descansados e tê-los por perto. A Piedade foi para o lar e o Januário para junto deles.»

LEIA MAIS: Morreu de desnutrição jovem abandonado pela mãe

Fonte familiar explica-nos que «não fazia sentido o casal estar separado, cada um em sua aldeia». Contactada, a atriz diz que, «por se tratar de assuntos privados», prefere «não comentar». «A Rita e a irmã fazem tudo pelos avós», comenta outra vizinha.

«Preocupam-se sempre muito com eles.» Até ao «susto», Piedade «passava os dias no centro [de dia] e levavam-na à noite para casa, para ao pé do marido», confirma uma funcionária da Junta de Freguesia da terra.

«A Rita também está menos preocupada, porque a avó está muito bem no novo lar»

Esse episódio foi o suficiente para que a família de Rita Pereira se mobilizasse para proporcionar uma vida mais descansada ao casal.

Uma outra fonte, já na nova aldeia, corrobora o que a família nos admitira – que «quando a dona Piedade se sentiu mal e teve de ser hospitalizada», ficou também decidido que «não fazia sentido o Januário continuar na casa deles, afastado da mulher». Aliás, «a Rita também está menos preocupada, porque a avó está muito bem no novo lar».

Texto: Luís Martins | Portal de Notícias WIN

LEIA MAIS: O que acontece a uma criança esquecida num carro [vídeo]

Impala Instagram


RELACIONADOS