Antepassado de Benedict Cumberbatch explorou escravos. Ator pode ter de pagar por isso

Família do ator escravizou centenas de pessoas nas ilhas de Barbados.

Antepassado de Benedict Cumberbatch explorou escravos. Ator pode ter de pagar por isso

Antepassado de Benedict Cumberbatch explorou escravos. Ator pode ter de pagar por isso

Família do ator escravizou centenas de pessoas nas ilhas de Barbados.

Benedict Cumberbatch pode vir a ter de pagar, e muito, pelo facto de um antepassado seu ter escravizado centenas de pessoas nas ilhas de Barbados. Segundo conta o The Daily Telegraph, um dos governantes da ilha, que no final de 2021 decidiu romper os laços com a monarquia britânica e se assumiu, de forma definitiva, como uma república, assumiu que está a preparar um pedido de reparação histórica que terá como principal alvo a família Cumberbatch.

De acordo com a publicação, o processo estará ainda numa fase inicial e irá reunir uma comissão que terá como principal objetivo essas mesmas reparações históricas. Essas reparações são, na realidade, compensações, pagamentos e pedidos de desculpa, feitos por pessoas, governos e organizações, como fora de reconhecimento e reparação dos erros cometidos no passado. Refere-se a casos de escravatura, colonização ou abusos de direitos humanos.

Joshua Cumberbatch, longínquo antepassado, de Benedict Cumberbatch, viveu no século XVII e aproveitou a expansão britânica para ocidente para se fixar nas ilhas Barbados.  De acordo com governantes da ilha, Abraham Cumberbatch terá comprado uma plantação, em 1728, na zona norte da ilha que terá sido local de trabalho de mais de 250 escravos. A exploração só terá terminado em 1834 com a abolição da escravatura.

Família de Benedict Cumberbatch é próxima da monarquia

A família do ator é conhecida pela proximidade à monarquia britânica. O próprio Benedict Cumberbatch é primo afastado do Rei Richard III que reinou no século XV.

Benedict demonstrou por diversas vezes arrependimento pelos atos da sua família. Em 2015 veio a público pedir desculpa pelo uso do termo “atores de cor”, quando se referiu aos seus colegas negros. “Estou desolado por ter ofendido alguém ao usar esta terminologia datada. Peço as mais sinceras desculpas. Não me vou tentar desculpar pelo facto de ter sido um idiota. Sei que o mal já está feito”, afirmou na altura.

Um ano antes deste pedido de desculpas, discutiu-se se o ator e outros na mesma situação, teriam de pagar publicamente pelos atos dos seus antepassados. Na altura, o ator britânico integrava o elenco de “12 Anos Escravo”, história que conta a vida de um homem negro livre que é novamente tornado escravo. No filme assumia o papel de um esclavagista. Em 2006, Benedict Cumberbatch participou em “Amazing Grace”, filme que recorda a época da abolição da escravatura. O ator chegou a dizer que aceitou o papel como forma de se penitenciar pelos atos da família.

Para ler depois
Atores de Romeu e Julieta processam estúdio por abuso infantil
Os dois atores que protagonizaram o filme “Romeu e Julieta”, lançado em 1968, processaram agora a Paramount acusando-a de exploração sexual e nudez infantil (…continue a ler aqui)

Impala Instagram


RELACIONADOS