Três coisas a não esquecer quando pratica desporto ao ar livre com muito calor

Se não quer ter problemas graves é fundamental que não se esqueça destas três coisas quando pratica desporto ao ar livre com muito calor.

Três coisas a não esquecer quando pratica desporto ao ar livre com muito calor

Três coisas a não esquecer quando pratica desporto ao ar livre com muito calor

Se não quer ter problemas graves é fundamental que não se esqueça destas três coisas quando pratica desporto ao ar livre com muito calor.

É no verão que os termómetros atingem temperaturas muito altas. E se isto é bom para quem gosta de estar na praia, é algo que pode ser perigoso para aqueles que gostam de praticar desporto ao ar livre. Não se deixando assustar pelo calor abrasador. Se é o seu caso, existem algumas coisas que devem ser tidas em conta na hora de praticar desporto ao ar livre com muito calor. Até porque como diz o velho provérbio: “mais vale prevenir do que remediar”.

Dez dicas para ter a casa fresca sem recorrer ao ar-condicionado
A temperatura não para de aumentar, o que se pode traduzir em incómodos, noites mal dormidas e desidratação. Por isso, espreite estas 10 dicas que podem ser grandes aliadas na hora de refrescar a casa (… continue a ler aqui)

1 – Evitar os momentos mais quentes do dia
É o conselho mais simples que pode ser dado. É certo que não dispensa os treinos ao ar livre, mas é bom que tenha em conta os momentos que escolhe para ir treinar para a rua. Se os termómetros assinalam mais de 32 graus e a humidade está acima dos 75%, existe o risco elevado de ter problemas com o calor. Esta opinião é partilhada por diversos especialistas que não aconselham treinos ao ar livre quando estão mais de 32 graus.

Sintomas como transpiração excessiva, tonturas, sede fora do normal, ritmo cardíaco muito acelerado, dor de cabeça, náusea e dor de cabeça são sinais de um golpe de calor.

2 – Usar protetor solar e estar sempre hidratado
Usar protetor é um requisito que deve estar sempre em mente. Também não se esqueça de evitar diuréticos como a cafeína e também o álcool antes de treinar ao ar livre. A isto junta-se a hidratação. Beba água antes, durante e depois de qualquer treino.

3 – Conhecer os sintomas de um golpe de calor
Um golpe de calor não só vai interferir como o treino como, e isto é o mais grave, terá impacto na sua saúde. Por isso é preciso ter em mente os sintomas e saber parar aos primeiros sinais. Sintomas como transpiração excessiva, tonturas, sede fora do normal, ritmo cardíaco muito acelerado, dor de cabeça, náusea e dor de cabeça são sinais de um golpe de calor. E assim que os sente deve parar o treino imediatamente e refugiar-se num local fresco com sombra ou ar condicionado. Sintomas como fala arrastada e perda de consciência são vistos como emergências médicas.

Texto: Bruno Seruca; Fotos: Shutterstock

Impala Instagram


RELACIONADOS